Notícias Gospel (neste email contem: 13 novas notícias)

Filed under: by:

Notícias Gospel (neste email contem: 13 novas notícias)

Link to guiame.com.br's news

Cristã escapa de ser apedrejada pelo próprio pai e recebe ajuda de família cristã

Posted: 28 Apr 2018 07:34 AM PDT

Cristã escapa de ser apedrejada pelo próprio pai e recebe ajuda de família cristã

Ramona é uma cristã de 37 anos que vive na África. Apesar de ser feliz com Cristo, ela passou por momentos muito difíceis. Isso porque sua família não queria aceitar o fato dela ter se convertido ao cristianismo.

Ela teve até que fugir de seu pai, que tentou matá-la justamente por causa de sua conversão. Ramona contou para a Portas Abertas que estava em sua igreja dormindo após uma vigília quando acordou assustada.

Ela ouviu seu pai falar com um estranho do lado de fora, pedindo ajuda para lidar com a filha dele. “Ramona se levantou e foi até à sala de visitas, onde viu uma faca sobre a mesa. Ela ficou chocada quando percebeu o que ele estava planejando”, conta o site da Portas Abertas.

A cristã então teve de fugir para a casa de sua irmã, Mariam, que também era cristã. Ramona cresceu em Beni, na província de Kivu do Norte, na República Democrática do Congo. Depois que um amigo cristão a convidou para ir à igreja, ela passou a ir com frequência.

Amarga decepção

Ramona se alegrava em ouvir os ensinamentos do pastor e decidiu entregar sua vida a Cristo. Mas, para sua família, sua decisão foi uma amarga decepção.

“Depois que fui batizada, me ameaçaram. Eles queriam que eu negasse Jesus, mas eu lhes disse que não poderia ser uma hipócrita. Eu não podia negar Jesus”, contou.

Nos últimos quatro anos, Ramona sofreu com a rejeição da família e chegou a adoecer. Felizmente, sua igreja a tem apoiado muito. “Eles me confortaram. Eu agradeço a Deus por eles”, ressalta.

“Seu apoio me ajudou a viver minha fé, independentemente das ameaças e da rejeição da minha família. Minha família da fé me inspira a permanecer fiel ao que acredito e a me apegar a Jesus. Eu sei que, em tudo que passo, o Deus que sirvo é capaz de me libertar”, conclui.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Refugiado sírio deixa sonho de ser terrorista após conhecer o Evangelho: “Quero levar paz”

Posted: 28 Apr 2018 06:00 AM PDT

Refugiado sírio deixa sonho de ser terrorista após conhecer o Evangelho:

A escritora e pesquisadora Julie Bourdon comentou sobre como os cristãos podem acabar com o terrorismo antes mesmo dele começar. A solução parece simples, mas na verdade é bíblica e estratégica. Educação. “Como podemos vencer a desesperança e a pobreza? Você acreditaria em mim se eu dissesse que educação era a resposta?”, indaga em artigo publicado no site Mission Network.

“Através da educação, a ‘Heart for Lebanon’ está tendo um impacto incrível entre os refugiados na Síria”, afirma explicando que a iniciativa cristã administra três programas educacionais no Líbano. Em Beirute, no Vale do Bekaa e na parte sul do país. Segundo ela, cada programa tem cerca de 100 crianças, com idades entre cinco e 13 anos.

Crianças são transformadas diariamente e uma delas é Peter. Tom Atema, um membro do Heart for Lebanon, compartilhou com Julie o testemunho de um jovem garoto que tinha o sonho de ser terrorista, mas que teve sua mente transformada pelo Evangelho.

“Como muitas famílias sírias, a casa de Peter foi bombardeada. Seu avô, pai e um de seus irmãos morreram na explosão. Sua mãe fugiu com ele e outras duas irmãs para as montanhas”, explica Julie. Ela conta que a entidade cristã passou a ajudá-la e ofereceu o programa educacional para seus filhos.

“Quando as crianças entram no programa, elas são convidadas a compartilhar sua história - de onde vieram e por que estão aqui. Mas também, a equipe faz uma pergunta que poucos refugiados consideram. Eles são questionados sobre qual o sonho deles para o futuro. E seu sonho era ser um terrorista. Ele foi ousado e firme quando disse. Ele nunca havia ido à escola. Ele tem 11 anos. Só participou de aulas que o ensinou a odiar, atirar e ser um terrorista”, disse Tom Atema.

Eduação é a resposta

Ele explica: “Ficou evidente que seu pai e seu avô levavam Peter a escola para aprender lições de ódio e violência. Mas Deus interveio na vida dele, resgatando-o de uma vida de destruição. Ele tem ido a nossa escola há pouco mais de um ano. Eu vi Peter em minha última viagem e disse: ‘Peter, o que você quer ser quando crescer?’ Ele disse: ‘Um oficial da paz’”.

“Eu disse: ‘Que tipo de oficial da paz? Explique isso para mim’. Ele disse: ‘Bem, estou dividido entre um pastor ou um policial. Tudo o que sei é que quero levar a paz de Jesus Cristo ao meu povo porque Jesus me deu paz’. É por isso que temos os programas educacionais da Heart for Lebanon”, relata Atema.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

O Espírito Santo e seu agir sobrenatural em nossas vidas

Posted: 27 Apr 2018 01:48 PM PDT

O Espírito Santo e seu agir sobrenatural em nossas vidas

O Espírito Santo aparece no cenário bíblico no segundo versículo de Gênesis como uma força ativa de Deus, trazendo vida sobre uma superfície “sem forma e vazia”. Ele se revela como uma incubadora, fazendo florescer toda a obra do Criador.

No original hebraico a palavra “pairava” significa incubar. Ele estava preparando a Terra para um momento tremendo. Não havia forma, apenas trevas e abismo, porém, mesmo com todas essas características negativas, o Espírito Santo trabalha para transformar tudo.

Veja como a Palavra de Deus descreve aquele momento: “A terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo, mas o Espírito de Deus pairava sobre a face das águas” (Gênesis 1.2).

Nossas vidas, em certos momentos, podem estar como a Terra estava antes de o Espírito Santo iniciar seu trabalho. Podemos estar vivendo em trevas e abismos, mas temos um amigo perfeito, que não nos abandona pelas nossas imperfeições, mas nos ajuda, incentiva e prepara nossas vidas.

Quando você conhecer profundamente o Espírito Santo, então creio que Deus poderá fazer grandes obras por meio da sua vida. Ainda que você não se sinta capaz de realizar algo grande no Reino de Deus, a promessa do Pai é de que o Espírito guiará cada um dos cristãos.

Após a criação da Terra, o Espírito Santo passa a atuar na criação do homem. Quando o homem foi formado do pó da terra (Gênesis 2.7) ele só ganhou vida quando Deus soprou nele o fôlego. O homem não viveu até que Deus soprasse em suas narinas. Podemos ler: “[...] e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente” (Gênesis 2.7).

No hebraico a palavra Espírito Santo é transcrita como Ruach HaKodesh. O substantivo ruach significa, literalmente, “sopro” ou “vento”. Aquele sopro de Deus sobre aquela forma sem vida representava o agir do Espírito Santo na criação. Como está escrito: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança”, (Gênesis 1.26).

O homem passaria a conviver com a presença da Santíssima Trindade. O primeiro homem, Adão, tinha livre acesso ao Pai. Conversava com Ele todos os dias, face a face. Andava lado a lado com Ele, entrava na presença do Todo Poderoso com liberdade e intimidade.

No Antigo Testamento essa intimidade espiritual vinha temporariamente sobre os sacerdotes, reis, profetas e ungidos. O Espírito antes vinha sobre ungidos de Deus, tomando eles para cumprir os propósitos divinos, mas não permanecia sempre com eles.

O grande profeta Elias foi um dos homens que recebia o poder do Espírito Santo, tinha autoridade para enfrentar reis, dar ordens ao clima e ao tempo, mas ainda assim não podia ter a totalidade da presença do Santo Espírito.

Já na vida de Davi Ele se manifestou em alto nível de amizade, desde quando Davi era pastor de ovelhas, quando ainda cantava salmos além do deserto, no pasto com as ovelhas. No dia de sua unção pelas mãos do profeta Samuel, o Espírito Santo confirmou o seu chamado.

Conforme está escrito em 1 Samuel 16.13: “Então Samuel tomou o vaso de azeite, e o ungiu no meio de seus irmãos; e daquele dia em diante o Espírito do Senhor se apoderou de Davi. Depois Samuel se levantou, e foi para Ramá”.

Somente em Atos 2 o Espírito Santo é derramado sobre “toda a carne”, cumprindo-se a profecia de Joel 2.28. O próprio apóstolo Pedro, cheio do Espírito de Deus, cita essa passagem bíblica como referência do que estava acontecendo naquele instante.

A expressão “derramado” representa bem essa manifestação gloriosa do Espírito Santo de Deus. Sua energia, entregue aos profetas, sacerdotes e reis do Antigo Testamento, agora é lançada sobre todo o homem que almeja ser um instrumento de valor para o Reino de Deus.

Por Joel Engel, pastor, líder do Ministério Engel, em Santa Maria (RS) e fundador do Projeto Daniel, que ajuda crianças órfãs em países da África.

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Como o acordo entre as Coreias do Norte e Sul pode afetar os cristãos perseguidos?

Posted: 27 Apr 2018 01:17 PM PDT

Como o acordo entre as Coreias do Norte e Sul pode afetar os cristãos perseguidos?

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-um, e o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, se comprometeram nesta sexta-feira (27) a retirar todas as armas nucleares da península coreana e assinar um acordo de paz.

O conflito entre os dois países durou de 1950 a 1953, mas ambos os lados nunca tinham assinado um acordo de paz e estavam tecnicamente em guerra. Foi a primeira vez que o líder da ditadura norte-coreana entrou na Coreia do Sul desde o fim do conflito.

Diante deste cenário, surgem algumas questões: O que isso significa para os 300 mil cristãos perseguidos na região? Será que é possível haver mais liberdade intelectual e religiosa na Coreia do Norte?

Segundo a Portas Abertas, é difícil prever as respostas dessas perguntas, mas há espaço para o otimismo. “Uma visita histórica como essa poderia, de fato, sinalizar uma mudança — mesmo que sutil — na posição linha-dura da Coreia do Norte. É possível que essa visita seja o começo das orações respondidas para aliviar parte da pressão sobre os cristãos perseguidos no norte”, afirma a organização.

Embora seja cedo para tirar conclusões significativas e devido à longa história de perseguição aos cristãos dentro do país, a organização alerta que será difícil ver as coisas mudando rapidamente. “As discussões sobre a desnuclearização e a paz são excelentes pontos de partida, mas o futuro dos cristãos norte-coreanos ainda não está claro”, avalia.

Há 17 anos consecutivos, a Coreia do Norte tem sido classificada pela Portas Abertas como a nação mais perigosa do mundo para os cristãos.

“Não sabemos o que essas conversas de paz irão significar para o futuro da igreja nesta região, mas isso deve nos estimular a lembrar do Corpo de Cristo sofredor na Coreia do Norte”, avalia a organização.

Devido ao seu isolamento, os cristãos norte-coreanos ficam surpresos quando ouvem falar sobre o apoio e as orações de todo o mundo.

“Acabamos de descobrir que Deus mobilizou cristãos fora deste país para orar por nós e nos ajudar financeiramente. Estamos surpresos que Deus nos ame tanto”, disse um cristão da Coreia do Norte.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Preso injustamente, ex-militar tenta suicídio mas desiste ao ler a Bíblia: “Senti paz”

Posted: 27 Apr 2018 12:37 PM PDT

Preso injustamente, ex-militar tenta suicídio mas desiste ao ler a Bíblia:

Augusto Perreira é ex-militar. Hoje ele trabalha na prefeitura de Pouso Alegre (município de Minas Gerais) como diretor de um departamento de assistência social, cuidando de pessoas em situação de rua. Mas, as pessoas que recebem seus cuidados nem imaginam que um dia ele tentou tirar a própria vida.

Augusto testemunha que sua origem é de uma família pobre e que foi obrigado pelo pai a trabalhar desde crianças, ficando sem estudar. “Venho de uma família bastante humilde e aos nove anos minha mãe faleceu. Com 10 meu pai me levou para trabalhar na roça. Então tive uma infância bastante conturbada trabalhando e não estudei”, contou.

“Com 15 anos fui fazer um vocacional no seminário para ser padre, mas eu não voltei mais. Com 18 anos me alistei e eu fui chamado. Entrei para o exército e Deus me ajudou, mesmo sem conhecê-lo como eu gostaria de ter conhecido”, lembrou.

Augusto ressalta que em pouco tempo subiu de patente. “Com cinco meses e 15 dias no exército eu fui promovido a cabo. No final do ano eles me convocaram para ficar e continuar. Eu tive uma boa linha de instabilidade. Quando completei 10 anos de exército aconteceu um fato muito estranho”, disse.

“Um rapaz entrou dentro da unidade e roubou algumas armas justo no momento em que eu estava acordado. Eu era cabo eu estava fazendo fiscalização à noite. Ele entrou e no momento onde eu não estava ali. No outro dia pela manhã todos eram suspeitos”, colocou.

“Um dos suspeitos era eu. Nós ficamos fechados dentro de uma sala e eu nunca tinha passado por aquilo. Toda vez que eles perguntavam se havia sido eu, eu chorava. Eu tinha quatro anos de casado, uma filha de três anos e minha esposa estava grávida da segunda filha. Em um determinado dia, um amigo levou para mim uma Bíblia. Na hora eu peguei, mas depois joguei no chão”, lembrou.

Sem saída

“Assim que eu joguei aquela Bíblia fui levado para uma cela e lá dentro eu já tinha passado por cinco interrogatórios. A cada meia hora entrava alguém perguntando as mesmas coisas e eu comecei a me confundir. Consegui tirar uma lâmpada incandescente e naquele momento eu queria cortar o meu pescoço”, revelou.

“Quanto mais ele perguntavam, mais eu chorava, por que era uma injustiça comigo. Quando subi e peguei a lâmpada alguém gritou dizendo que eu seria transferido. Coloquei a lâmpada dentro do calção. Eu estava determinado a fazer aquilo porque era muita injustiça e se eles estavam atrás de um culpado eu ia arrumar esse culpado”, disse.

“Então peguei a lâmpada coloquei debaixo do travesseiro e quando eu fiquei de joelhos eu vi aquela Bíblia que havia jogado no dia anterior. Fui lá, peguei aquela Bíblia e disse: ‘Se o Senhor fala através desse livro, o Senhor vai falar comigo’. Então eu abri a Bíblia justamente em Daniel, capítulo 6 onde Daniel é acusado injustamente e colocado na cova de leões. Naquele momento eu senti uma paz tão grande”, confessou.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Damares prepara EP de inéditas e lança novos episódios do Sony Music Live

Posted: 27 Apr 2018 11:30 AM PDT

Damares prepara EP de inéditas e lança novos episódios do Sony Music Live

A cantora Damares lança nesta sexta-feira (27) mais episódios inéditos do Sony Music Live em seu canal de vídeos na VEVO. Os vídeos serão disponibilizados a partir das 18h.

Outra novidade é que a pentecostal está preparando um EP com canções inéditas. Ela esteve reunida com a equipe da Sony Music para definir os próximos lançamentos e projetos. O novo projeto será lançado oficialmente no segundo semestre deste ano.

“A nossa ideia é lançar ao menos uns dois a três singles antes de lançar o álbum completo que inicialmente será um EP com cinco  a seis faixas. Estamos na fase de seleção de repertório e na definição de participações especiais”, conta Mauricio Soares, diretor A&R Sony Music.

“Temos dois nomes em mente, mas precisamos antes de mais nada encontrar as músicas. Enquanto isso estaremos desenvolvendo uma série de ações e estratégias para que a artista esteja cada vez mais adequada à realidade do mercado digital”, ressalta.

“Atualmente Damares já é a artista mais relevante no segmento pentecostal do ponto de vista digital, mas queremos que ela e o próprio segmento em si, cresçam e se posicionem mais fortes nesta área no menor espaço de tempo”, finalizou Mauricio.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Aline Barros lança o CD “ImaginAline”, seu novo projeto infantil

Posted: 27 Apr 2018 11:17 AM PDT

Aline Barros lança o CD

A cantora Aline Barros lançou nesta sexta-feira (27) seu novo projeto infantil. Intitulado “ImaginAline”, o disco completo já pode ser conferido nas plataformas digitais e encontrado em diversas livrarias pelo Brasil.

O projeto traz uma Aline mais dinâmica, apresentando temas mais didáticos, como nas canções “Multiplicação”, “Sr. Antônimo” e “Fazendinha”.

Lançado pela Sony Music, a versão física do projeto já está nas principais lojas em todo o Brasil e para marcar a data, Aline atende a criançada na Livraria Saraiva do Shopping New York Center, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio Janeiro em uma sessão de autógrafos, pocket show e coletiva de imprensa.

Os primeiros vídeos do projeto “Imaginaline” já disponibilizados no canal Vevo da artista somam mais de 10 milhões de views e demonstram claramente o enorme sucesso. A cantora segue pelas próximas semanas em ações de divulgação nas mídias e lojas.

Em paralelo, a artista segue trabalhando no seu novo CD inédito voltado ao público adulto que será lançado entre os meses de junho e julho. Aline Barros está bastante animada e querendo trabalhar bastante, segundo a assessoria de sua nova gravadora.

Ouça o CD "ImaginAline":

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Leila Francieli lança "Há Mais de Deus pra Mim" no YouTube e plataformas digitais

Posted: 27 Apr 2018 11:05 AM PDT

Leila Francieli lança "Há Mais de Deus pra Mim" no YouTube e plataformas digitais

A cantora e pastora Leila Francieli lança nesta sexta-feira (27) o single “Há Mais de Deus pra Mim”, nas plataformas digitais. A canção também ganhou vídeo no YouTube. Gravada ao vivo em 2014, a música foi lançada em 2016 apenas no DVD “20 Anos - Ao Vivo”, não entrando para o CD.

Agora, Leila lança a canção e reforça o registro ao vivo no YouTube. Produzida por Ed Oliver e composta pela própria cantora, a música conta a história de Isaque.

Leila Francieli explica: “A primeira vista alguns pensam que Isaque era passivo demais, mas a medida que mergulhamos na história podemos afirmar que não era passividade, era fé”.

Cantora e compositora, Leila iniciou sua carreira aos seus três anos. “Minha missão é anunciar o Evangelho visando sempre a glorificação a Deus e a edificação no corpo de Cristo”.

Confira o registro de “Há Mais de Deus pra Mim”:

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

“Estava completamente vazio, mas o amor de Jesus me preencheu”, diz guitarrista do Korn

Posted: 27 Apr 2018 08:26 AM PDT

Guitarrista e co-fundador da banda de metal Korn, Brian Welch anunciou esta semana o lançamento de um documentário sobre sua vida caótica antes de conhecer a Cristo e de seu recente encontro com a fé. O longa será exibido em festivais de cinema no próximo mês.

"Na minha vida, fiz muitas coisas das quais me arrependo e gostaria de mudar", disse Welch. "Pode parecer uma loucura, mas vendo toda a minha vida com o Korn e minha família representados neste filme, vejo as coisas positivas que chegaram a mim diante das coisas mais devastadoras”, diz.

Brian ainda compartilhou sobre a vida que ele deixou para seguir a Cristo: "Eu só sei que eu fui atrás de todas essas coisas, mas elas me deixaram vazio. Eu estava completamente vazio, não havia absolutamente nada dentro de mim”, colocou.

“Eu tinha tudo. Eu tinha dinheiro, mulheres, todas as drogas que eu queria - pílulas, remédios, drogas ilegais, tudo. Mas, ainda estava vazio, tão vazio. Mas assim que fui à igreja, senti o amor de Jesus. Foi finalmente quando me senti satisfeito”, lembrou.

“E nada no mundo me interessava porque eu estava satisfeito por dentro. Senti que finalmente algo havia me preenchido", disse o músico.

Tatuado no lado direito do pescoço de Welch está sua passagem bíblica favorita: Mateus 11:28. "Vinde a mim todos aqueles que estão cansados ​​e oprimidos que eu lhes darei descanso".

"Essas são as palavras de Jesus. E essas foram as palavras para mim, elas estavam por toda parte. Eu estava tão perdido e Ele me deu descanso para minha alma. Tão simples", colocou.

Para o mundo saber

Intitulado "Strong Crazy Love", o filme tem 86 minutos e é dirigido por diretores novatos, Trey Jill e Scott Mayo que fizeram uma visita exclusiva a casa de Welch, entrevistas profundas com o música, sua família e companheiros da banda.

O filme apresenta o olhar sobre o passado de Welch e sobre seu antigo estilo de vida de "sexo, drogas e rock and roll" e como isso impactou sua identidade como pai, o que levou ao relacionamento complicado que teve com sua filha, Jennea. O filme também percorre a jornada através da vida caótica do músico, suas dúvidas e sua fé.

O documentário vai estrear no Texas durante a estreia do Festival Internacional de Cinema de Dallas, de 3 a 10 de maio, e no Festival de Cinema de Nashville, de 10 a 19 de maio. Haverá várias telas em ambos os festivais.

A produção durou quatro anos, mas representa duas décadas de material exclusivo sobre Welch, sua família e o Korn. O filme foi produzido por Samuel Ditore, da Ditore Mayo Entertainment, e por John Humphrey, da popular plataforma de depoimentos "I Am Second".

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Califórnia poderá punir pessoas que ensinam a visão bíblica do casamento aos gays

Posted: 27 Apr 2018 08:19 AM PDT

Califórnia poderá punir pessoas que ensinam a visão bíblica do casamento aos gays

Parlamentares da Califórnia, nos Estados Unidos, aprovaram na última semana o projeto de lei AB 2943, que visa proibir os serviços que “anunciam, oferecem ajuda ou engajam esforços para a mudança da orientação sexual de um indivíduos”, de acordo com o texto da Assembleia Legislativa do estado.

A redação do projeto de lei se concentra principalmente na chamada “terapia de conversão”, alegando que o método de “converter” pessoas homossexuais para heterossexuais é prejudicial para pessoas que sentem atração pelo mesmo sexo. No entanto, a proposta é apresentada de maneira ampla e permite que sua interpretação tenha impactos na liberdade religiosa do país.

“A lei é tão ampla que proíbe livros, materiais impressos e anúncios que forneçam informações para uma pessoa que enfrenta atrações indesejadas pelo mesmo sexo ou confusão de gênero”, disse Mat Staver, presidente da organização Liberty Counsel, à CNS News. “É uma violação dramática dos direitos da Primeira Emenda e um ponto de vista clássico de discriminação. Ele declara certos tipos de discurso como fraude ao consumidor”.

“Um pastor, uma igreja ou um ministério poderiam ser proibidos de realizar uma conferência ou vender livros e vídeos sobre pessoas que superaram atrações indesejadas pelo mesmo sexo ou confusão de gênero”, Staver avalia.

A legislação pede que os tribunais reconheçam a prática dos esforços de mudança de orientação sexual como um “serviço comercial”. “Tais alegações podem constituir negócios ilegais, injustos ou fraudulentos, de acordo com as leis estaduais de proteção ao consumidor”, afirma o texto.

Randy Thomasson, presidente da organização Save California, disse à CBN News que a veiculação de livros cristãos, vídeos e palestras relacionadas ao tema pode acontecer porque a lei “só é acionada quando dinheiro está sendo trocado por ‘esforços de mudança de orientação sexual’. Não há isenção para instituições religiosas ou material religioso”, explica.

“Isso poderia incluir a venda de Bíblias? Possivelmente, mas não provável. É muito mais provável que os alvos sejam os palestrantes, livros e vídeos que ajudam as pessoas a sair da homossexualidade e para a transexualidade”, avalia Thomasson.

Para exemplificar, Staver citou 1 Coríntios 6:9, que afirma que “homossexuais não herdarão o Reino de Deus”, mas todos podem ser “lavados e santificados em Jesus Cristo”. “Anunciar esta passagem ou citá-la em um folheto seria considerado práticas comerciais fraudulentas sob este projeto de lei”, observa. “O objetivo deles é esmagar o cristianismo e qualquer ponto de vista que não se alinhe com o Estado”.

O projeto de lei 2943 deve passar por dois comitês do Senado antes de ir para uma votação no plenário no final de maio, de acordo com informações da imprensa.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

A ponta do iceberg

Posted: 27 Apr 2018 08:09 AM PDT

A ponta do iceberg

Quantos de nós já ouvimos o dito popular: “isto é apenas a ponta do iceberg”? Geralmente, quando alguém fala isto, quer, de fato, referir-se a algo (problema ou situação) que aparenta ser um simples enfrentamento ou solução, quando, na verdade, é de uma complexidade consideravelmente maior, a inspirar, pois, maiores cuidados.

O que é um iceberg? É um enorme bloco ou massa de gelo que se desprende das geleiras existentes nas calotas polares, originárias da era glacial. De cada iceberg, apenas cerca de 10% da sua massa emerge à superfície. Os demais, cerca de 90%, permanecem submersos.

O que podemos aprender comparando-nos a um iceberg?

Assim como o iceberg, nós não somos apenas o que mostramos ser. A maior parte do nosso ser está bem guardada, e muitos de nós não deixamos à mostra especialmente as partes feias, não polidas, não ajustadas e não moldadas, as quais ainda nos “dão trabalho” ao longo da vida. Essas estão profundamente submersas. Comparando-nos ao iceberg, deixamos perceptível para as pessoas cerca de apenas 10% do que somos de fato, os outros 90% estão bem “guardados”.

Nesses 90%, concentramos as lembranças, registros ao longo de nossa vida, as dores, as alegrias, derrotas, defeitos. Isso inclui a inveja, o ciúme, o despeito, a arrogância e o orgulho. No aglomerado de arquivos estão a autoestima que foi esmagada, a rejeição, os traumas sofridos, as vontades não reveladas. Por vezes, aqui ou ali, alguma dessas características “vem à superfície” e se mostra em uma porção pequena dos 10%, mas, na maioria das pessoas, isso é mais raro de acontecer.

Aquelas coisas mal resolvidas estão nos 90%. A falta de perdão, a dor de ser traído, enganado, etc. Aquelas coisas que você somente diz a si mesmo: “Vou deixar pra lá”. Essas coisas estão submersas, mas elas ainda existem, viu?

Li algo que Geofrey Chaucer, um filósofo inglês, escreveu: “o tempo cura todas as feridas”. Mas ele se esqueceu de dizer que feridas deixam cicatrizes… Coisas ruins que acontecem conosco deixam marcas. Elas não precisam doer, mas sempre estarão ali como um lembrete, na memória, nos 90%. Com o passar do tempo, a memória pode ficar vaga; mas sempre teremos a cicatriz para nos lembrar do ocorrido… De que passamos por aquilo e SOBREVIVEMOS!”

Outra comparação que podemos atentar é como se, ao longo da nossa vida, um grande prédio estivesse sendo construído, mas apenas um andar fosse visto pelas pessoas. Os demais andares estão no subsolo, sem o acesso delas.

Toda casa tem o “quarto da bagunça”, onde se colocam as coisas quebradas, sujas, feias, sem uso e, normalmente quando chegam as visitas, parentes e amigos, nós os levamos para a sala que normalmente está arrumada (pelo menos deveria estar), mas nunca os levamos ao “quarto da bagunça”. Lá, ninguém pode ir. Mas, o fato de não verem, não significa que não exista.
Talvez, você esteja pensado: Aonde ela quer chegar com tudo isso?

Deus nos criou e Ele é a única pessoa que nos conhece completamente. Com Ele, nós podemos falar sobre tudo. Ele nos conhece de fato, melhor do que nós mesmos (até porque, muitos de nós não fazemos muita questão de conhecermos a nós mesmos tanto assim).

Mas, o fato é que Deus nos conhece. Isso é algo que, por mais que saibamos, por vezes, parece que esquecemos. Afinal, se Ele nos conhece completamente, isso significa que não conseguiríamos enganá-lo, fingir para Ele é perda de tempo, porque Ele sabe de tudo... 100%.

Um dia, eu li uma frase que me fez parar e pensar (atividade bem comum a uma pessoa reflexiva como eu):“Deus resiste pessoas que fingem ser perfeitas, mas Deus abençoa pessoas imperfeitas que não temem ser verdadeiras”.

Sinceramente, eu desconfio dos “perfeitos”, mas admiro demais as pessoas que reconhecem a sua humanidade e total dependência do Senhor na caminhada. Na verdade, errar é fácil, reconhecer os seus erros é bem mais complicado. Consertá-los dá trabalho. Fazer de conta que eles não existem não os farão desaparecer… Podem continuar submersos, mas estarão lá. No entanto, se decidimos consertá-los, Deus “pegará junto” conosco e, com Ele, podemos todas as coisas, inclusive mudar.

Nós não somos apenas o que mostramos às pessoas. Isso é apenas a ponta do iceberg, mas Deus conhece toda a estrutura que está submersa, todas as suas características boas e ruins, todos os seus medos, dores, imperfeições e fragilidades. E, mesmo assim, Ele nos ama. Isto é o melhor! Mas, além de nos amar, Ele quer nos ajudar a melhorar, a nos aperfeiçoar.

Acredite! Deus lhe ama! Seja você uma pessoa simples de se entender ou não. Ele decidiu nos amar mesmo com as nossas complexidades. Eu sei que existem “pessoas lights” (simples), mas também existem as mais complexas (reflexivas e questionadoras), afinal, somos seres humanos, distintos e diferentes.

Deus não criou ninguém igual a ninguém. Graças a Ele por isso! Temos diferentes personalidades e temperamentos. Então, seja você mesmo e queira ser você mesmo. É complicado demais tentar ser outra pessoa. Porque, dos outros, só conhecemos 10%, talvez, a pessoa que você desejaria ser (por conhecer apenas parte dela), se você pudesse conhecer os outros 90% desistiria de “sê-la” imediatamente. Pois, talvez, perceberia que ser você é bem mais legal. Saber dessas coisas nos ajuda também a não julgarmos as pessoas, porque não as conhecemos em plenitude e, na medida em que as julgamos, nós seremos julgados. (Mateus 7.1-2)

Decida abraçar o amor de Deus e receba d’Ele a força e a graça para ser o melhor você que você pode ser aqui na Terra. Concentre a sua atenção não apenas nos 10%, mas nos seus 90% também. Deixe o amor de Deus permear a sua vida, pois Ele quer lhe ajudar a superar as coisas que estão bem guardadas, mas que ainda assim lhe fazem sofrer algumas vezes. Deus quer e pode lhe transformar.

Se insistirmos em não ajustar a nossa vida, desconsiderando as coisas que estão guardadas, veremos que a vida dá voltas assim como a Terra gira e, com o passar do tempo, aquelas mesmas coisas reaparecerão e teremos que tratar com elas de alguma forma; isso são as voltas que a vida dá…

Seja você mesmo, mas não seja o mesmo para sempre e certifique-se de ser feliz! E felicidade plena, só vivendo a vontade do Senhor.

 

Por Dione Alexsandra Ferreira - Publicitária, pós graduada em Comunicação Digital; Professora do Centro de Treinamento Bíblico Rhema; autora do livro "Jornada para a Liberdade", publicado pela Editora Reinar e integrante do Departamento de Comunicação do Centro de Operações do Ministério Verbo da Vida.

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

M77, o segredo da chave que abre portas

Posted: 27 Apr 2018 07:58 AM PDT

M77, o segredo da chave que abre portas

A ficção já criou várias possibilidades com as quais a maioria de nós um dia já sonhou. “Abre-te Sésamo”, lembra? Bastava Ali-Babá pronunciar as palavras mágicas e a porta do esconderijo dos quarenta ladrões se abria. Outro tipo de chave era a lâmpada mágica, era só um sortudo encontrar, esfregar e pronto, um gênio aparecia dando direito a três desejos humanamente impossíveis. De forma mais sofisticada, Tolkien nos legou uma obra profunda com a saga “O Senhor dos Anéis”, onde a busca, a cobiça, a disputa, as guerras, os desejos, enfim, toda a fixação de povos e culturas estava voltada para o anel, afinal, seu possuidor passava a ter uma chave para a realização de impossíveis, controlando um poder ironicamente incontrolável.

Queremos uma chave que abra as portas que não conseguimos abrir. Existem situações simples que todos nós já precisamos de tal chave. São aquelas quando se chega de viagem em casa e se descobre que a chave foi esquecida a 300 quilômetros, ou quando perde-se a chave do carro. Aí, o que fazemos? Chamamos um chaveiro, ele vem, abre e resolve nosso problema. Mas tais situações, embora chatas e por vezes irritantes, não passam disso.

Existem outras portas, no entanto, que simplesmente colocaram nelas placas de “Impossível de abrir”, “Entrada proibida”, “Fim da linha”. São avisos intimidadores e aniquiladores da fé. Você até consegue fazer o trajeto planejado nos seus sonhos e metas, “é lá que eu quero chegar”, então você caminha enfrentando sol e chuva, calor e frio, até que chega de frente com as mais variadas portas e suas placas destruidoras de sonhos, são portas que se colocam como barreiras intransponíveis.

Em Cristo temos a chave que o imaginário popular apenas sonha. Seu segredo é acessado em M77 (Matheus 7:7) e, para que portas se abram, três verbos precisam estar presentes na dinâmica da vida: pedir, procurar e bater. Jesus viveu numa comunidade que orava. Ele cultivou a oração. Ele separava tempo de qualidade para falar com o Pai. A síntese de Matheus 7:7 aponta para a oração perseverante, orações que mesmo frente ao impossível continuam crendo no Deus do impossível.

Um detalhe aqui é fundamental a fim de que não nos decepcionemos com o segredo contido em M77. Oramos ao único e suficiente Deus. Jamais o confunda com os deuses gregos, por exemplo. A deusa da alvorada, Aurora, contraiu uma grande paixão por Teotônio, que era um mortal. Foi então que Zeus, o rei de todos os demais deuses, deu-lhe a oportunidade de receber o dom que ela quisesse para o seu amante mortal. A escolha de Aurora foi a mesma que povoa as juras de amor entre os namorados, ela pediu que a vida eterna fosse o dom para Teotônio, porém ela se esqueceu de pedir igualmente a juventude eterna. Assim, Teotônio a cada ano envelhecia sem jamais morrer, fazendo com que o dom que tinha ganhado se tornasse a sua pior maldição.

Ou seja, quando oramos ao Pai, pedindo, procurando e batendo, estamos orando ao único Deus do universo que abre qualquer porta que bem entender. Oramos ao Deus que definiu enfaticamente: as portas do inferno não prevalecerão contra a igreja. Oramos ao Deus que quando abre força alguma fecha e, quando fecha, igualmente força alguma abre. O que isso quer dizer? Deus sempre responde, isso mesmo, SEMPRE! Porém sempre responde em seus próprios termos. E os seus termos sempre focarão nosso bem e o que de fato é melhor para nossa vida.

Matheus 7:7 também foi escrito para nós. Os três verbos ali expressados devem refletir nossa confiança e perseverança. Enfim, vamos a Deus por aquilo que Ele é, confiantes que aquilo que Ele vai fazer e como vai responder dependerá da soberania e perfeita vontade dEle. Enfim, ao orarmos a Deus receberemos muitas surpresas, viveremos muitas expectativas, mas certamente não receberemos dons para propósitos equivocados, como Teotônio. O segredo? Perseverança junto a Cristo. A porta? Fique tranquilo, Ele sabe qual abrir e qual fechar.

 

 

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

ONU é acusada de fraude por ajudar a refugiar palestinos como ‘vítimas de Israel’

Posted: 27 Apr 2018 07:40 AM PDT

ONU é acusada de fraude por ajudar a refugiar palestinos como 'vítimas de Israel'

A ACLJ está mais uma vez entrando com uma ação contra o estado antiisraelense, desta vez devido a alegações de que está enterrando uma fraude da agência da ONU e se unindo à ONU para contornar o direito internacional.

Na última segunda-feira (23), a ACLJ apresentou seu último processo, citado como FOIA, referente ao pedido ao Departamento de Estado de registros sobre a Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinos no Oriente Próximo (UNRWA), incluindo um relatório dos EUA sobre a UNRWA que, de acordo com a recente atenção da mídia , indica conscientização por funcionários do Departamento de Estado uma fraude da UNRWA.

“Iniciamos o pedido do FOIA em 5 de fevereiro de 2018, após notícias de que o Departamento de Estado de Obama criou um relatório sobre a ajuda da UNRWA a ‘refugiados’ palestinos, mas desnecessariamente (e portanto indevidamente) deu a ele uma designação ‘Classificada’ para impedir que a informação chegasse ao Congresso e ao público”, explicou a Conselheira de Litígios da ACLJ, Carly Gamill.

Segundo a cobertura da imprensa, o relatório da UNRWA foi encomendado em 2015 pelo ex-senador Mark Kirk (Illinois), que buscava informações sobre o número de "refugiados" palestinos atendidos pela UNRWA que realmente viviam no território hoje conhecido como Israel entre 1946 e 1948. Ao invés de fornecer ao Congresso o relatório completo, parece que o Departamento de Estado classificou o relatório e o reteve de fora de foco, indo tão longe, a ponto de ignorar uma diretiva do Congresso de 2017, que exigia que o Departamento produzisse uma versão não confidencial do relatório. O relatório confirma que o número de "refugiados" palestinos é de apenas dezenas de milhares, ao invés dos milhões que afirma a UNRWA.

Enquanto a ACLJ se opõe categoricamente ao fato do governo rotular ou tratar os palestinos como "refugiados" de qualquer tipo, o Departamento de Estado decidiu jogar o jogo da UNRWA de rotular indevidamente os palestinos como "refugiados" de uma guerra que Israel não iniciou.

Segundo a organização cristã, o governo Obama também comprou a narrativa esquerdista, da Palestina e da ONU, que afirma que Israel é uma “nação agressora” ao invés de tentar proteger sua soberania e cidadãos - e isso porque os palestinos não têm nação própria (uma escolha feita, ironicamente, pela liderança palestina ao rejeitar múltiplos cenários de dois estados oferecidos por Israel). Por isso continuam "refugiados" - um termo legal específico com repercussões jurídicas internacionais que são usadas de maneira inadequada nessa situação.

“Rotular os palestinos como "refugiados" é legal, factual e historicamente incorreto, e isso deve terminar”, destacou Gamill.

Em seu próprio esforço separado para induzir grandes mudanças pela UNRWA, a atual administração do governo Trump cortou milhões de dólares de seu financiamento à UNRWA. Ao mesmo tempo em que essa decisão e a Declaração de Jerusalém do presidente Trump criaram distanciamento da Autoridade Palestina, os relatórios da mídia afirmam que o governo anterior, mais notavelmente o ex-secretário de Estado John Kerry, manteve um relacionamento contínuo com a liderança da AP. Assim, além do próprio relatório da UNRWA e seus registros, a ACLJ solicitou ao Departamento de Estado registros adicionais sobre a UNRWA, "refugiados" palestinos, a recente decisão dos Estados Unidos de cortar o financiamento da UNRWA e as negociações de John Kerry com a UNRWA. Autoridade Palestiniana e seus representantes.

 

 

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

0 comentários: