Notícias Gospel (neste email contem: 3 novas notícias)

Filed under: by:

Notícias Gospel (neste email contem: 3 novas notícias)

Link to guiame.com.br's news

Daniel Araújo mostra que cansou de ser pastor em novo stand-up

Posted: 30 Apr 2018 04:13 PM PDT

Daniel Araújo mostra que cansou de ser pastor em novo stand-up

Em sua nova temporada de apresentações, o humorista Daniel Araújo quer deixar claro que seu público não está apenas nas igrejas. O stand-up comedy “Cansei de Ser Pastor” mostra uma realidade enfrentada pelo personagem Paxtorzão que ninguém nunca viu.

Em entrevista ao Guiame, Daniel destacou que não é pastor, embora muitos pensem o contrário. “Quanto menos pastor título eu uso, mais eu consigo alcançar as pessoas”, afirma.

“O Paxtorzão é um personagem que não é rico, sofre demais, também tem seus problemas e nem sempre tem com quem se aconselhar. O Cansei de Ser Pastor é como um desabafo no palco e tenho certeza que vai ser muito interessante não só para o crente, mas para quem é de fora também”, explica.

A nova temporada de shows será realizada no Teatro Bibi Ferreira, em São Paulo, durante todas as terças-feiras de maio, a partir do dia 8. Os ingressos custam entre 30 e 60 reais e estão disponíveis no site Sampa Ingressos.

Daniel pretende explorar o lado artístico do personagem e quer exibir seu lado humorista. “Vou dizer coisas que eu não falaria em igreja nenhuma. Esse trabalho é só para o teatro”, disse ele, esclarecendo o motivo da classificação indicativa ser acima de 12 anos.

Além do personagem, Daniel também tem razões que justificam um certo cansaço. “Eu cansei de ser rotulado. Quando a gente tenta se comunicar com quem é de fora do nosso universo, a galera vem com dez pedras na mão. Não há diferença nenhuma entre eu e uma pessoa que está lá fora”, observa.

“O que eu estou tentando fazer é levar a diferença para as pessoas, ainda que eu tenha que ‘matar’ o pastor. Eu vou matar o pastor para alcançar as pessoas que estão lá fora. Não porque eu quero números, fama, nada disso — se eu quisesse números, era só falar o que o crente quer ouvir — quero fazer algo diferente”, acrescenta. “A ideia é falar de Cristo de uma forma que seja acessível para todos”.

Serviço:

Cansei de ser Pastor
Local: Teatro Bibi Ferreira
Endereço: Av. Brigadeiro Luís Antônio, 931 - Bela Vista, São Paulo - SP
Data: 8 de maio até 29 de maio, sempre às terças
Horário: 20h30
Ingressos: www.sampaingressos.com.br

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Proposta que combate o trabalho escravo é aprovada pela Câmara

Posted: 30 Apr 2018 04:00 PM PDT

Proposta que combate o trabalho escravo é aprovada pela Câmara

O projeto de Lei que determina a suspensão da inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) de empresas que façam uso direto ou indireto de trabalho escravo foi aprovado, na última quarta-feira (25) pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços.

O autor da proposta, o pastor e deputado federal Roberto de Lucena (Podemos/SP), comemorou a conquista e destacou a importância da aprovação. “O Brasil precisa continuar avançando no enfrentamento ao trabalho escravo e análogo à escravidão. Precisamos garantir o emprego. Este é um dos nossos mais importantes desafios em um momento que temos cerca de 11 milhões de desempregados. Mas, para além disso precisamos garantir o trabalho digno e decente. Comemoro a aprovação desse projeto. Ele é uma extraordinária construção nesse sentido”.

O projeto que já havia sido aprovado na Comissão de Trabalho de Administração e Serviço Público segue agora para apreciação pela CCJC, na qual o mérito da matéria não será apreciado, apenas sua constitucionalidade juridicidade e técnica. Sendo aprovado, seguirá para análise no Senado Federal.

Por requerimento de Lucena, a Câmara dos Deputados realizou na terça-feira (24) uma sessão solene para homenagear o Dia Mundial da Segurança e da Saúde no Trabalho, em Memória das Vítimas de Acidentes do Trabalho. A homenagem que contou com a participação do Ministro do Estado do Trabalho, Helton Yomura, serviu de alerta para o alarmante número de mortes decorridas por acidente de trabalho em todo o mundo.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Professora é forçada a trocar de roupa após usar camiseta com a frase “apenas ore”

Posted: 30 Apr 2018 03:45 PM PDT

Professora é forçada a trocar de roupa após usar camiseta com a frase

A professora de uma escola pública do Alabama, nos Estados Unidos, teve que voltar para casa por usar uma camiseta com as palavras “apenas ore” na sala de aula.

Chris Burrell explicou que estava usando a camiseta na escola para apoiar a estudante Aubreigh Nicholas, de 11 anos. A peça é parte de uma campanha de arrecadação de fundos para a garota que foi diagnosticada com um tumor cerebral raro.

A Superintendente das Escolas Públicas do Condado de Mobile, Martha Peek, alegou que o diretor da escola estava apenas seguindo o protocolo. A política da escola impede que professores e alunos usem qualquer item que reflita suas crenças.

“Na parte que mostra a palavra 'orar', o diretor disse que você pode colocar um suéter ou algo assim, sabendo que há outras pessoas que se opõem a isso. Temos que estar cientes das crenças de todos e dos pensamentos em uma escola pública", disse Peek à emissora WALA-TV.

Em uma postagem no Facebook, a professora Chris escreveu: “Eu não pensei duas vezes sobre isso. Eu não estava tentando promover uma religião, era apenas uma segunda-feira para eu me sentir bem”.

A postagem foi compartilhada mais de 800 vezes antes de ser removida, e muitas pessoas fizeram comentários defendendo Chris.

Na época, o diretor não percebeu que a camiseta fazia parte do apoio ao Exército de Aubreigh. “Estamos a apoiando totalmente, acho que essa foi apenas uma conexão infeliz, mas ainda assim o diretor teria que exercer seu julgamento", disse Peek.

Nenhuma ação disciplinar foi tomada contra a professora, além do pedido do diretor para mudar trocar de roupa.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

0 comentários: