Notícias Gospel (neste email contem: 14 novas notícias)

Filed under: by:

Notícias Gospel (neste email contem: 14 novas notícias)

Link to guiame.com.br's news

Mulher diz que foi livrada de assalto com a ajuda de um "anjo"

Posted: 12 Jun 2018 07:20 AM PDT

Mulher diz que foi livrada de assalto com a ajuda de um "anjo"

Voltando para casa depois de ficar até mais tarde no trabalho, a autora norte-americana Angela Hunt, 60 anos, sofreu uma tentativa de assalto, mas foi protegida do criminoso com a ajuda de um "anjo".

Angela estava indo ao local onde estacionava seu carro, mas caminhava atenta pois estava sozinha em uma rua escura. "Até que, de repente, cerca de 20 metros à frente de mim, um homem parou e bloqueou o meu caminho", ela contou ao site Charisma News.

Ela não percebeu de onde ele tinha saído e sentiu medo. "Seus olhos brilhavam com ameaça, embora ele estivesse sorrindo para mim. Ele carregava um espanador de couro marrom e o abriu, como se estivesse me mostrando que não tinha armas. Ele começou a andar em minha direção", relata.

"Não havia mais ninguém por perto. Nenhum carro estava passando. Até as luzes da rua pareciam fracas, e de repente percebi como a noite era escura", Angela lembra. "Eu pensei comigo mesmo: corra! Mas eu não fiz nada além de ficar parada, congelada em meu próprio estado de choque, vendo este homem sorrir para mim".

Quando imaginava o pior, Angela viu outro homem surgir repentinamente. "Eu pensei: de onde ele veio? Não havia nada além de uma parede de tijolos à frente. Ele colocou os braços nos ombros do outro homem, e disse baixinho: 'Você não quer fazer isso', enquanto empurrava o homem contra a parede", ela lembra.

Movida por seus instintos de sobrevivência, Angela saiu correndo em direção ao estacionamento. Curiosa para saber o desfecho da situação, ela resolveu olhar para trás. "Não havia nada naquele espaço além de uma calçada vazia", disse ela, espantada. "Olhei para todos os lugares que eles poderiam ter ido, mas a única saída poderia ser a rua. E não havia ninguém lá".

Sentindo medo de investigar o paradeiro dos homens, Angela entrou em seu carro. "Eu sentei um pouco, respirando com dificuldade, e me lembrei dos olhos daquele homem. Eu nunca vi o rosto do outro homem. Ele estava de costas para mim. Mas sua voz era tão calma", conta a autora.

Momentos depois, Angela foi tomada pela certeza de que havia sido livrada por um anjo. "Enquanto eu dirigia pela noite, eu acreditava com todas as forças que eu tinha visto o meu primeiro anjo", disse ela. "O que o outro homem era, quem poderia saber?"

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

"Qualquer um pode fazer guerra, mas só corajosos fazem paz", diz Trump a Kim Jong-un

Posted: 12 Jun 2018 07:11 AM PDT

"Qualquer um pode fazer guerra, mas só corajosos fazem paz", diz Trump a Kim Jong-un

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump fez história na manhã desta terça-feira, 12, com um aperto de mão em seu encontro face a face com o ditador norte-coreano Kim Jong Un em Cingapura.

"O presidente Kim tem a chance de aproveitar um futuro incrível para o seu povo. Qualquer um pode fazer guerra, mas só os mais corajosos podem fazer paz", disse Trump.

Os dois líderes estavam sorrindo antes de assinar um documento histórico.

O ponto principal do acordo é que, em troca de garantias de segurança, Kim reafirma seu compromisso com a desnuclearização da península coreana.

"Nós temos aqui uma reunião histórica e decidimos deixar o passado para trás e estamos prestes a assinar um documento histórico", disse Kim.

O acordo estabelece novas relações entre os EUA e a Coreia do Norte, construindo uma paz duradoura e estável. Ele permite que os EUA recuperem restos mortais de prisioneiros norte-americanos, mortos na guerra Guerra da Coreia.

Trump disse que os EUA reduzirão seus exercícios militares com a Coreia do Sul, mas não retirarão nenhuma força norte-americana.

"Não estamos reduzindo nada", disse Trump. "Em algum momento quero tirar nossos soldados, levá-los de volta para casa, mas não agora".

Trump também disse que os direitos humanos eram parte da discussão, incluindo o tratamento dos cristãos, que enfrentam uma perseguição brutal na Coréia do Norte.

"Cristãos, sim", disse Trump. "Franklin Graham passa uma quantidade enorme de tempo na Coreia do Norte e as coisas vão acontecer".

Trump falou comoventemente do estudante universitário americano Otto Warmbier, que passou um ano em uma prisão norte-coreana e morreu dias depois de voltar para os Estados Unidos.

"Otto não morreu em vão. Ele tinha muito a ver conosco hoje", disse Trump.

É difícil acreditar que meses atrás ambos os países estavam prontos para a guerra, com Trump ameaçando "fogo e fúria" contra o regime totalitário comunista da Coreia do Norte.

As sanções contra a Coreia do Norte não serão suspensas até que o progresso em direção à desnuclearização seja verificado comprovado.

"O mundo vai ver uma grande mudança", prometeu Kim. "Eu gostaria de expressar minha gratidão ao presidente Trump".

Trump chamou Kim de negociador e planeja convidá-lo para a Casa Branca em um futuro próximo.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Netflix apresenta drag queens como 'heroínas' em sua primeira animação brasileira

Posted: 12 Jun 2018 06:23 AM PDT

Netflix apresenta drag queens como 'heroínas' em sua primeira animação brasileira

A Netflix anunciou no dia 31 de maio uma novidade um tanto inusitada. Se trata de “Super Drags”, a primeira animação brasileira a ser produzida pela gigante do streaming. O desenho apresenta super-heróis como drag queens.

Chris Sanagustin, diretora de conteúdo original internacional da Netflix disse: "Estamos entusiasmados que a nossa primeira animação brasileira vai apresentar aos nossos espectadores o mundo ousado, escandaloso e fabuloso de Super Drags”.

Ela ainda salientou: “A Netflix tem a sorte de investir em grandes talentos de animação do Brasil, trazendo a traço vibrante da Combo e o humor ácido de nossos produtores para as belas e as telas de todos os cantos".

Outra animação anunciada recentemente foi “Drag Tots!”. Com um trailer lançado pela World of Wonder, em maio, o projeto será lançado no dia 28 de junho, apresentando o modelo transgênero RuPaul, conhecido pelo seriado adulto RuPaul's Drag Race.

"Em um mundo à beira do caos, onde o medo é o domínio da terra, as vozes de uma geração se uniram para dar ao nosso planeta o que ele precisa. Bebês Drag Queens" proclama a prévia no YouTube.

Em um post no site do The American Conservative, o autor cristão Rod Dreher descreveu esses programas como algo que "reforça a pederastia". Ele diz: "A Netflix está transformando drag queens em super-heróis animados, e o serviço de streaming de RuPaul está transformando drag queens em super-heróis", alertou.

"Você pode pensar - eu certamente espero que você pense - que seu filho não será exposto a essa imundície. A coisa é, seu filho, e todos nós, temos que viver em um mundo em que isso é normal, e em que a cultura popular acha que vestir meninos como mulheres sexualmente provocantes não é apenas permitido, mas um sinal de progresso cultural", acrescentou.

A animação "Drag Tots!" apresenta bebês drag queens. (Foto: Reprodução).

O autor apontou para outros esforços, como o "Drag Queen Story Hours", que foi realizado em bibliotecas em toda a América. Eles foram adaptados por outros países também, incluindo o Reino Unido, com ativistas defendendo a ideia de drag queens lendo para crianças.

Dreher apontou para seu livro, “The Benedict Option”, que convida os cristãos a se retirarem da "cultura decadente". Ele também pediu aos crentes que "construam a nós mesmos, ensinem aqueles que estão dispostos a serem ensinados e depois construam nossas versões, às quais os cristãos que lutam no mundo podem confiar para formar seus próprios filhos".

A autora Amelia Hamilton advertiu que, mesmo que as crianças sejam expostas a travestis, o objetivo é introduzir novas ideias e abrir suas mentes. "Está claro que os eventos se distorcem em uma direção política particular".

"Como autora de dois livros infantis patrióticos (e apolíticos), posso atestar o fato de que a esquerda é altamente suspeita de expor crianças a qualquer coisa que possa ser considerada conservadora", disse Hamilton na época.

"A carta de ódio que recebi por livros educativos sobre a fundação dos Estados Unidos provou que os liberais estavam extremamente desconfortáveis ​​com o patriotismo, que eles consideram político. Por que ensinar fatos às crianças quando eles podem aprender pontos de discussão de esquerda?"

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Evangelista critica pastores que não confrontam o pecado: "Eles ofendem a Deus"

Posted: 12 Jun 2018 05:55 AM PDT

Evangelista critica pastores que não confrontam o pecado: "Eles ofendem a Deus"

O escritor, teólogo e evangelista Michael Brown usou recentemente sua coluna no site norte-americano 'Christian Post' para alertar sobre os já visíveis e preocupantes resultados da crescente passividade de pastores, que cada vez menos exortado suas igrejas e a sociedade sobre a importância de seguir os princípios bíblicos.

"Eu não quero parecer crítico, e não sou um homem amargo, nem bravo. Mas estou triste. E sobrecarregado. Então, levantarei minha voz como uma trombeta e direi claramente: 'O relativo silêncio de nossos púlpitos nos ajudou a mergulhar em nosso atual pântano moral'. Temos coragem e integridade para enfrentar isso?", questionou Brown.

Michael explicou que não está clamando a necessidade de pastores terem algum tipo de atividade política, mas sim de retomarem o seu papel de profetas na sociedade.

"Não estou falando de pastores e líderes se tornarem políticos. Essa é a coisa mais distante da minha mente", afirmou. "Mas eu estou falando sobre pastores e líderes se tornarem proféticos. Eu estou falando sobre nós falarmos a verdade no amor, independentemente do custo ou consequência disso. Confrontar o pecado na igreja assim como na sociedade, conformando-se somente à imagem de Deus e não à imagem do mundo, concentrando-se mais na obediência do que na relevância, em agradar a Deus mais do que entreter as pessoas".

"Estou falando de pastores e líderes que estejam mais preocupados com a aprovação divina do que com a aprovação humana. Mais interessado em causar um impacto duradouro do que ter um grande orçamento. Seguindo o exemplo de Jesus e dos apóstolos - mesmo que leve à rejeição, perseguição e morte - em vez de seguir um modelo de negócios de sucesso", acrescentou.

O comentário de Brown surge após a reação odiosa ao vídeo que ele compartilhou nas redes sociais, chamado "Você pode ser gay e cristão?", no qual princípios bíblicos eram expostos, explicando que a homossexualidade é um pecado.

"Recebemos uma torrente de comentários horríveis. Uma inundação de desejos de morte vil. Os ataques mais vulgares e quase inimagináveis ​​contra Deus. Respostas que chegam aos milhares. O YouTube bloqueou o avanço do vídeo. O Google nos lembrou de suas diretrizes contra o conteúdo 'odioso'. E comentarista após comentarista expressaram seu choque absoluto de que qualquer pessoa em nossos dias e idade pudesse ser tão 'intolerante a ponto de pensar que Deus criou homens para mulheres e mulheres para homens", relatou.

"Que m****. Ele está preso nos anos 40 e eu sinceramente sinto pena dele. Ele está cego pela falta de pensamento intelectual", disse um internauta.

"A Bíblia não é honesta. É um livro judeu do Oriente Médio que vem de uma terra louca. Vocês, macacos, foram todos enganados", comentou outro.

Mas, segundo Brown, o que me choca não é que tantas pessoas estejam com raiva, destilando seu discurso odioso contra o material e a própria Bíblia.

"O que me choca é que tantas pessoas fiquem chocadas. É como se eles não tivessem ideia de que ainda acreditamos no que sempre acreditamos. Mas há uma razão para isso", continuou.

Brown então chamou a atenção para a crescente passividade dos pastores e líderes cristãos em seus púlpitos, que estão deixando de reforçar os princípios bíblicos, justamente para "não chocar a sociedade".

"Quantos pastores e líderes pregaram uma única mensagem clara sobre a Bíblia e a homossexualidade no ano passado? Quantas dessas mensagens você viu na TV ou ouviu no rádio ou ouviu pessoalmente?", questionou. "Não é de admirar que tantos LGBTs estejam surpresos. A Igreja ficou silenciosa no rádio".

"Há também um silêncio ensurdecedor nos púlpitos. Ou então a mensagem é tão confusa que a única coisa que fica clara é que nada está claro", acrescentou. "Na intenção de não ofender a ninguém, ofendemos a Deus. No interesse de não querer fazer com que ninguém se sinta desconfortável, não ajudamos ninguém a escapar do desconforto".

O evangelista destacou a incoerência entre o que a sociedade pós-moderna considera como "tolerância" e o que julga como "preconceito".

"No mundo de cabeça para baixo em que vivemos, quando eu faço um vídeo amoroso, de 6 minutos, imparcial, não-contundente, sobre a Bíblia e a prática homossexual, sou criticado, difamado e escarnecido, com uma prática concertada. Há um esforço feito para prejudicar nosso trabalho ministerial. (Isso acontece com os outros que se atrevem a defender a verdade). Então, para acrescentar insulto à injúria, sou avisado pelos gigantes da mídia que o nosso conteúdo é 'odioso", afirmou. "No entanto, as pessoas que pesam com comentários assassinos e cheios de ódio são consideradas tolerantes e amorosas".

"É verdade que nossos líderes estão fazendo o bem de muitas maneiras. Também é verdade que estamos comprometidos, temerosos, covardes e sem visão quando se trata de uma das maiores crises morais da história. Mas Se não nos mexermos hoje, seremos amordaçados pelos outros amanhã. E então, como será?", finalizou.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Pavê de paçoca

Posted: 12 Jun 2018 04:49 AM PDT

Pavê de paçoca

INGREDIENTES

1 lata de leite condensado
100g de amendoim triturado
200g de creme de leite
350g de creme de leite fresco
4 colheres de açúcar
150g de biscoito maria em pedaços
100g paçoca

MODO DE PREPARO

Levar ao fogo baixo o leite condensado e o amendoim até engrossar. Adicionar o creme de leite e misturar bem. Deixar ferver um pouco mais, sempre mexendo. Reservar para esfriar. Bater o creme de leite fresco gelado com o açúcar até obter um chantilly.

Em taças, dispor uma porção de chantilly, uma de biscoitos em pedaços e uma da mistura de amendoim. Repetir para formar várias camadas. Finalizar com chantilly e com farelo de paçocas.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Mitos e verdades sobre osteoporose

Posted: 12 Jun 2018 04:46 AM PDT

Mitos e verdades sobre osteoporose

A osteoporose é uma patologia que acelera a perda de massa óssea, deixando os ossos mais frágeis e porosos. Ela costuma surgir na terceira idade e provoca a diminuição da absorção de minerais e de cálcio. Com isso, os riscos de fraturas aumentam, principalmente no quadril, costela e colo do fêmur. De acordo com a Fundação Internacional da Osteoporose, a doença atinge 10 milhões de brasileiros e deve crescer 32% até 2050 no país.

Há muitas dúvidas sobre as causas e tratamentos da doença. Por isso, convidamos o Dr. Levi Jales Neto, reumatologista na Rede de Hospitais São Camilo de SP, para esclarecer o que é mito e o que é verdade. Confira:

Apenas as mulheres desenvolvem a patologia.

MITO. Homens também têm osteoporose, sendo prevalente após os 70 anos. Segundo a Fundação Internacional da Osteoporose, uma em cada três mulheres acima de 50 anos terá osteoporose. Entre os homens, o índice é de um em cinco. A chance entre as mulheres é maior por causa da diminuição de alguns hormônios após menopausa.

Apenas os laticínios são fontes boas de cálcio.

MITO. Existe cálcio também de origem vegetal.  Como nozes, sementes, alho e vegetais de folha verde escura. É importante a consulta com o nutricionista para adaptar fontes variadas de cálcio no cardápio.

Hábitos alimentares ruins na infância podem influenciar no surgimento da doença.

VERDADE. A massa óssea é formada na infância e adolescência e necessita do cálcio e da vitamina D para sua formação, geralmente proveniente de uma dieta equilibrada e exposição solar.

É arriscado praticar atividades físicas quando há o diagnóstico da doença.

MITO. Somente as atividades de elevado impacto e atividades com flexão da coluna podem aumentar a incidência de fratura.

Osteoporose pode ser uma doença silenciosa.

VERDADE. A maioria dos casos de osteoporose só é diagnosticada após a fratura, porque não apresentam sintomas. Por isso, é necessária a investigação com densitometria óssea durante os exames anuais para tratarmos preventivamente.

Osteoporose não possui cura e tratamento.

MITO. Apesar de não haver cura, existem diversos tratamentos incluindo medicamentos e medidas não medicamentosas. O tratamento depende de cada paciente, por isso é fundamental acompanhamento médico.

A principal forma de prevenção é ter uma alimentação equilibrada e praticar exercícios físicos.

VERDADE. Diversos estudos comprovam essas medidas como prevenção. Por isso é fundamental a inclusão de alimentos ricos em cálcio na dieta, além de manter uma alimentação equilibrada. Já a atividade física exerce pressão sob o tecido ósseo, estimulando sua formação e rigidez. Sem contar o desenvolvimento do reflexo e equilíbrio, prevenindo quedas.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

“Seu pastor não é seu terapeuta”, diz evangelista após revelar que já tentou suicídio

Posted: 11 Jun 2018 12:49 PM PDT

O evangelista Bryan Meadows, que lidera a Embassy Church International em Atlanta, alertou os cristãos sobre cuidar da saúde mental. Ele disse que pastores não devem ser tratados como terapeutas. Sua fala sucede o suicídio de dois famosos americanos, o apresentador da CNN Anthony Bourdain e a estilista Kate Spade.

Bryan Meadows ainda ressaltou que ele é um suicida sobrevivente e mostrou sua preocupação. “Seu pastor não é seu terapeuta, e seu terapeuta não é seu Pastor. Enquanto todos devem utilizar esses recursos em sua vida, para a pessoa criativa isso é absolutamente necessário", escreveu ele na última sexta-feira (8), após a morte de Bourdain se tornar pública.

"Quando sua vida é gasta processando estímulos intensos, emoções e experiências, você tem que lidar com problemas emocionais e psicológicos. Quando você está constantemente vivendo para fazer os outros felizes e inspirados, você precisa entender como isso afeta a sua saúde emocional e mental", colocou.

Os comentários do evangelista são bastante coniventes com um um relatório do Centro de Controle e Prevenção de Doenças apresentado na semana passada e que mostra dados sobre as taxas de suicídio, indicando que elas aumentaram em 30% em todo o país desde 1999.

No sábado, ele também compartilhou um post de seu blog, escrito em 2012, que revela uma luta familiar com a saúde mental, bem como sua história como um sobrevivente do suicídio. "Suicídio é um assunto delicado. E quer admitamos ou não, os melhores de nós foram confrontados com pensamentos suicidas”, revela.

“Esse assunto é extremamente importante e querido para mim, porque eu sou um sobrevivente suicida. Isso não é algo que eu fale muitas vezes, mas algo que ocorreu recentemente me levou a falar sobre isso", explicou no post.

"Minha família tem um histórico de depressão e transtorno bipolar. Uma coisa que aprendi sobre maldições hereditárias, fraqueza e espíritos familiares é que eles são muito pacientes. Eles vão esperar 30 anos para que você seja fraco o suficiente para eles se aproveitarem. de sua vulnerabilidade. Eles vão te esperar até o momento perfeito", disse ele.

Depois de discutir suas lutas com o suicídio, Meadows apontou para personagens bíblicos como Sansão (Juízes 16:30), o escudeiro de Saul (1 Samuel 31: 5) e Judas (Mateus 27: 3-5), que cometeu suicídio e outros como Elias (1 Reis 19: 4), que teve pensamentos suicidas.

"O suicídio é um espírito"

Ele também chamou o suicídio de espírito. "Quero deixar claro que o suicídio é um espírito. É um agente influente que perturba a mente com depressão, paranóia e decepção ao ponto de se autodestruir. A depressão é um peso anímico que entra por uma visão distorcida do próprio eu”, coloca.

“A baixa auto-estima e a não compreensão das tarefas são o catalisador e o início da depressão. A depressão não é curável pelas drogas. Embora possa ser tratada pelo psicólogo e auxiliada por grupos de aconselhamento e apoio, não podemos descartar a tecnologia da intercessão e libertação", escreveu ele.

O evangelista recomendou várias ações bíblicas para combater o suicídio, incluindo viver a vida de propósito. “Nós falamos muito sobre propósito, e até certo ponto isso se tornou um assunto mundano que nós negligenciamos. Alguns até criticaram pessoas por ensinar e pregar sobre o assunto do propósito. Eu creio que o Evangelho não pode ser pregado em sua totalidade sem incluir o propósito das pessoas. Devemos ensinar às pessoas que todos estão aqui por uma razão, e que ninguém é insignificante", explicou.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Roberto de Lucena fala sobre trajetória e fatos da política nacional em livro

Posted: 11 Jun 2018 12:11 PM PDT

Roberto de Lucena fala sobre trajetória e fatos da política nacional em livro

O pastor e deputado federal Roberto de Lucena reuniu fatos importantes de sua trajetória política, ministerial e pessoal no livro “Fé, Trabalho e Esperança”, lançado na última sexta-feira (8) na livraria Saraiva do Shopping Center Norte, em São Paulo.

Carregando o tema “Minha história com Deus, no Ministério e no Parlamento a serviço da coletividade”, a obra nasceu com o objetivo de fazer reflexões sobre alguns momentos políticos da recente história nacional, marcados por crises e incertezas.

"É muito importante que neste momento, quando os acontecimentos estão muitas vezes dando lugar para versões, possamos registrar os fatos", enfatizou o autor em entrevista ao Guiame.

"Para chegarmos a esses fatos, nós desdobramos resumidamente a nossa história para contar a nossa relação não apenas no ministério político, como também no ministério eclesiástico", afirma Lucena.

Embora esteja atuando no Congresso Nacional desde 2011, Lucena sempre esteve envolvido nas questões sociais, seja na função política ou pastoral. "Como deputado eu tenho prazo de validade, mas eu me considero um missionário no Congresso Nacional", destaca.

"A minha vocação é pastoral, eu não deixei de ser pastor. Eu estou deputado federal entendendo que, através do parlamento, eu tenho uma ferramenta pela qual eu posso promover a justiça social a partir da perspectiva da minha fé cristã, que fundamentam minha carreira", acrescenta.

Sobre Roberto de Lucena

Com a forte influência religiosa de seus pais e seus avós, Lucena tornou-se pastor aos 20 anos. Em 1991 fundou a Igreja O Brasil Para Cristo em Arujá, no interior paulista, e se tornou presidente nacional da denominação em 1999.


Roberto de Lucena no lançamento do livro “Fé, Trabalho e Esperança”. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)

Em 2008, foi presidente da Frente Cristã Nacional de Ação Social e Política no estado de São Paulo e membro do Comitê de Referência da Sociedade Bíblica do Brasil para o Ano da Bíblia. Também foi vice-presidente do Conselho Nacional dos Pastores do Brasil (CNPB) até 2012.

Lucena também se destacou como dirigente da Federação Nacional dos Empreendedores (FENAE) e se tornou vice-presidente nacional da União Geral dos Trabalhadores (UGT), a segunda central sindical do país com mais de dez milhões de trabalhadores filiados.

Em 2010, atendendo aos apelos de lideranças eclesiásticas e de movimentos sindicais, Lucena candidatou-se a uma vaga na Câmara dos Deputados, tendo sido eleito com a 3º maior votação do Partido Verde em São Paulo, em mais de 430 municípios do Estado.

Lucena foi reeleito em 2014, sendo votado em mais de 70% dos municípios de todo o estado de São Paulo. Em 2015, licenciou-se do mandato de deputado federal para exercer o cargo de Secretário de Estado de Turismo de São Paulo. Reassumiu o mandato na Câmara dos Deputados em 5 de abril de 2016.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

John Piper lança o livro "Lendo a Bíblia de Modo Sobrenatural" pela Editora Fiel

Posted: 11 Jun 2018 12:06 PM PDT

John Piper lança o livro "Lendo a Bíblia de Modo Sobrenatural" pela Editora Fiel

John Piper, aclamado pastor americano, lançou mais uma de suas obras no Brasil, pela Editora Fiel. Intitulado “Lendo a Bíblia de Modo Sobrenatural”, o livro leva o leitor e compreender a Palavra de Deus de modo claro.

Deus escreveu um livro e as páginas deste livro estão cheias de sua glória. Mas não conseguimos perceber esta beleza gloriosa através de nossos olhos humanos, por nosso próprio esforço.

Após trabalhar a veracidade da Bíblia em seu livro "Uma Glória Peculiar", John Piper nos apresenta no lançamento “Lendo a Bíblia de Modo Sobrenatural” que algo miraculoso pode acontecer na simples leitura das escrituras.

“Nós ganhamos olhos que conseguem contemplar a glória do Deus vivo e verdadeiro”, diz o autor sobre a publicação.

O livro de 544 páginas pode ser encontrado para venda nas melhores livrarias do Brasil e também na loja online da Editora Fiel.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Jonas Vilar é o primeiro brasileiro a participar do McDonald's Gospelfest, nos EUA

Posted: 11 Jun 2018 11:51 AM PDT

Jonas Vilar é o primeiro brasileiro a participar do McDonald's Gospelfest, nos EUA

O cantor Jonas Vilar, representante do estilo sertanejo gospel da Universal Music Christian Group, participou do tradicional McDonald's Gospelfest. O evento que teve sua 36ª edição, nunca teve um cantor brasileiro se apresentando.

Na noite do dia 12 de maio, junto com diversos cantores americanos, na grande maioria representantes da música gospel negra, Jonas cantou a tradicional canção cristã “Grandioso és Tu” e aproveitou para apresentar ao público americano um novo single.

“Hoje o Pai confirma” ainda será lançado no Brasil, em todas as plataformas digitais. “Eu estou muito feliz e tudo aconteceu de repente”, comentou o cantor.

“Eu estava cantando em um Congresso de Família na Coreia do Sul em fevereiro deste ano, quando um produtor do festival americano me convidou para participar da 36ª edição e eu fiquei muito feliz”, disse.

“ Nunca imaginei, nem nos meus mais lindos sonhos, estar participando daquele festival”, contou o cantor e pastor.

O evento é considerado pelos americanos como a mãe dos festivais evangélicos do país. Por muitos anos as edições do festival foram preeminentes da cidade de Nova York Tri-State. Mas, nesse ano o 36º Anual Gospelfest 2018 do Mc Donald's retornou ao Newark, local de Artes e Entretenimento mais histórico de Nova Jersey.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Leila Francieli apresenta o single "Alegria" e se prepara para novos lançamentos

Posted: 11 Jun 2018 11:41 AM PDT

Leila Francieli apresenta o single "Alegria" e se prepara para novos lançamentos

A cantora Leila Francieli lançou na última sexta-feira (9) o single “Alegria”. Sobre a novidade, ela declara: "Ele é quem me sustenta e me mantém de pé".

Filha, esposa, mãe, compositora, cantora e dona de uma voz única, Leila investe na última canção lançada que foi gravada para o DVD que comemora seus 20 anos de carreira. Sua missão é anunciar o evangelho visando a glória do nome de Deus.

A cantora apresentou “Alegria”, que também ganha sua versão em vídeo. Depois de sair de um culto profético a cantora recebeu uma palavra que a encheu de esperança e fé, chegou em sua casa, pegou seu violão e começou a cantarolar uma melodia com o refrão.

“A alegria do Senhor minha força é, Ele é quem me sustenta e me mantém de pé".

Leila conta que este foi um dia muito feliz e que este refrão fortaleceu sua fé. Quando se deu conta, a canção estava totalmente pronta e formada. Alegria faz parte do DVD “Leila Francieli 20 anos - Ao Vivo”, lançado em 2016.

O single Alegria pode ser ouvido nas plataformas digitais e o vídeo está disponível no canal oficial da cantora no YouTube. Leila Francieli está finalizando novos singles e já terá novidades nas próximas semanas.

Confira:

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Base missionária de Heidi Baker vira alvo de terroristas, em Moçambique

Posted: 11 Jun 2018 08:46 AM PDT

Base missionária de Heidi Baker vira alvo de terroristas, em Moçambique

O ministério Iris Global, liderado pelos missionários Heidi e Rolland Baker, está correndo risco de sofrer ataques por terroristas na cidade de Pemba, ao norte de Moçambique, de acordo com uma nota oficial publicada pela organização no último domingo (10).

Ataques terroristas contra instituições governamentais e civis têm acontecido desde outubro de 2017, na região onde está localizada a base missionária. "Eles estão mirando qualquer um que se oponha à sua marca de terror", disse o ministério em nota.

"Nas últimas semanas, esses ataques se intensificaram em frequência e brutalidade. Cada ataque envolveu assassinatos e casas incendiadas. Pessoas foram decapitadas em pelo menos seis aldeias, duas das quais estão localizadas a duas horas de carro da nossa base de Pemba. Os aldeões estão fugindo para proteger suas vidas, sem carregar nada com eles e se refugiado na selva ou nas ilhas", acrescentou a organização.

Apesar da situação de risco, a equipe da Iris Global decidiu permanecer na região para continuar dando assistência à comunidade. "Nossa equipe de liderança está em constante oração, avaliando diariamente a situação para determinar as melhores precauções para nossa equipe. Com base na situação atual, nos sentimos confiantes em permanecer em casa, em Pemba, com nossos missionários e equipe moçambicana", informaram.

De acordo com o pastor Mike Bickle, diretor da International House of Prayer of Kansas City (IHOPKC), Heidi Baker entrou em contato e informou que está se organizando para retirar 250 estudantes de Pemba e transferi-los para Joanesburgo, na África do Sul, nos próximos dias.

"As estradas foram fechadas em Pemba. Militares estão tentando proteger as áreas, mas não podem entrar", disse ele através das redes sociais no domingo.

Diante dos perigos, o ministério Iris Global pede que todos se unam em oração. "Por favor, orem conosco neste momento difícil para que Deus fortaleça nossos irmãos e irmãs que vivem na província de Cabo Delgado, para que possamos todos brilhar mais do que nunca nestes dias sombrios".

Heidi e Rolland Baker se tornaram missionários desde que se casaram no sul da Califórnia. Depois de atuarem 12 anos na Ásia, eles se mudaram para Moçambique em 1995 e começaram a cuidar de 80 crianças em um pequeno orfanato fornecido pelo governo africano.

Hoje, o Iris Global atende mais de 10 mil crianças e têm uma rede de mais de 10 mil igrejas, escolas bíblicas, escolas primárias e programas de alcance, espalhadas por todas as dez províncias de Moçambique.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Analfabeta aprende a ler com a Bíblia de forma milagrosa e se torna pastora

Posted: 11 Jun 2018 08:39 AM PDT

Analfabeta aprende a ler com a Bíblia de forma milagrosa e se torna pastora

A pastora Ana Gonçalves dedica sua vida em cuidar de outras pessoas e resgatar perdidos para Deus. Mas, nem sempre foi assim. Na verdade, seu passado é um verdadeiro testemunho de superação. Aos oito anos ela foi entregue a uma família para trabalhar como doméstica.

“Com oito anos sai da minha casa e vim para Belo Horizonte. Quando meu irmão me buscou eu estava com 20 anos e não sabia ler, nem escrever. Eu trabalhava em uma casa e eles me levavam para a igreja todo domingo”, inicia Ana.

“Tinha dias que eu ia alcoolizada. Eu bebia o álcool ia para igreja e quando eu chegava em casa ia comer e depois deitar. No outro dia eu levantava cedo para limpar as coisas. Um dia meu patrão chegou com o embrulho e me eu eu joguei em cima da beliche. Fui cortar os meus legumes para o almoço. Quando eu abri a porta do quarto e peguei aquele embrulho. era uma Bíblia”, continuou.

“Eu perguntei a ele: ‘Você me deu uma Bíblia? Mas eu não sei ler, nem escrever’. Ele disse: ‘Então você pede alguém para ler para você’. Eu joguei a Bíblia e fui fazer o almoço. Quando eu pus a primeira água no arroz eu disse: ‘Vou lá pegar a Bíblia dos crentes’. Quando eu abri, foi em Apocalipse 21 8 e eu li tudo”, disse ela.

“Eu perguntava quem está me ensinando e quanto mais eu lia mais eu queria ler. Eu nunca fui à escola, então parei e pensei: ‘Eu estou conhecendo as letras. Quem está me ensinando?’ Deixei ela aberta em cima da beliche fui ver se o arroz estava queimando. E eu me apaixonei tanto pela obra do senhor que evangelizei a favela Prado Lopes”, comentou.

Transformação

“Eu não queria mais parar. Toda hora que eu pegava na Bíblia eu sabia ler. Fiquei tão feliz, em todo lugar que eu ia ficava olhando as placas, porque agora eu sabia ler. Eu lia as receitas para os meus remédios”, salientou a pastora.

“Quando o pastor cantou aquele hino, ‘Oh quão cego vaguei e perdido andei longe, longe do meu Salvador’ e fez o apelo eu levantei a minha mão e aceitei Jesus. Começou tudo na minha vida”, disse.

“Eu tive muitas experiências com Deus. Eu vivo a Palavra de Deus. Comecei anunciar o Evangelho e viajei para minha terra para pregar aos meus pais. Hoje tem sobrinha que a pastora, minha mãe morreu salva na minha companhia. Hoje, toda minha família conhece o Senhor como Salvador, pois houve cura”, comentou.

“Minha mãe veio morar comigo e eu ganhei ela para Jesus. Ganhei toda minha família para Jesus. Eu não tenho palavras para agradecer a Deus”.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Ex-bruxa alerta sobre distorção da adoração: "A idolatria está infiltrada na Igreja"

Posted: 11 Jun 2018 08:11 AM PDT

Ex-bruxa alerta sobre distorção da adoração: "A idolatria está infiltrada na Igreja"

Beth Eckert, que passou um tempo de sua vida como uma bruxa no ocultismo, diz que alguns dos principais falsos deuses do Antigo Testamento estão se infiltrando na Igreja.

"A música de adoração moderna tornou-se um disfarce de Satanás para atrair o povo de Deus e alinhá-lo com a adoração profana", diz ela.

Eckert diz que após sua conversão ao Evangelho, ela entrou para o grupo de louvor de sua igreja e os momentos de música na congregação costumavam ser uma maneira de ela passar um tempo íntimo com o Senhor - até que os ataques de feitiçaria começaram.

"Eles eram super sutis", ela diz, e ela não conseguia descobrir por que isso estava acontecendo.

Em vez de adorar a Deus, Eckert diz que sua mente se desviou para si mesma e o que ela queria e como queria ser promovida. Foi assim que ela soube que seu coração estava sob ataque.

"Eu comecei a reconhecer que havia uma grande batalha dentro da minha adoração. Depois de cerca de dois anos, o louvor se tornou um momento de intensos ataques de bruxaria contra mim. Isso tornou ainda mais difícil a minha tentativa de focar em Jesus, porque os ataques espirituais me deixavam debilitada", contou.

"Eu pensei que isso era por causa da igreja na qual eu estava, então quando nos mudamos para uma nova igreja pensei que todos os meus problemas iriam embora. Inicialmente isso realmente parecia ter acontecido, porque eu não reconhecia nenhum problema durante o louvor. Mas depois de alguns meses, eu percebi que novamente a minha adoração não estava mais focada em Jesus", acrescentou.

A igreja para a qual Beth havia se mudado era bem maior que a primeira e como ela ainda não havia entrado para o grupo de louvor, isso mexia com seu ego.

"Meu tempo de louvor e adoração passou a se focar mais em mim mesma, em vez de focar em Cristo. Eu pensava: 'Se eu apenas pudesse fazer parte do grupo de louvor aqui', 'se eu pudesse me tornar mais conhecida aqui', 'se eu me tornasse alguém realmente especial aqui'. Eu tentava me justificar com estes desejos, dizendo que isso era necessário: 'eu tenho um ministério e isso não pode ficar parado", explicou. "Na verdade eu só queria ter a oportunidade de alavancar a plataforma para mostrar o meu ministério, porque aquele igreja era bem maior que a anterior".

Beth conta que ela reconhecia que aquele sentimento não era bom e orava para se libertar daquilo, mas ainda assim não conseguia, até que descobriu que o ambiente daquela igreja a estava influenciando negativamente.

"Este tipo de adoração não é normal e eu sabia disso. Na verdade, isso me incomodava e eu constantemente orava, pedindo a Deus para conseguir retomar o foco da minha adoração em Jesus e esquecer daqueles pensamentos que eu sabia que eram pensamentos mundanos e egoístas. Mas eles sempre voltavam à minha mente. Essa batalha só parou quando eu saí daquela e percebi que o louvor daquela congregação não estava focado em Jesus mas no ego das pessoas", relatou.

Alerta
Beth explicou que aquela igreja não era a única com esse tipo de problema e que muitas outras congregações estão perdendo o foco do louvor e adoração.

"Muitas vezes, o foco do louvor está na música em si, na banda, nas luzes, na fumaça, em toda a produção, nas roupas dos líderes, mas não tem nada a ver com Jesus", disse. "Talvez a igreja até tenha Jesus em seu nome e cante músicas com o nome de Jesus e Deus na letra. Eu não estou dizendo que Jesus não está nesses lugares, porque Jesus é Deus e Ele está em todo lugar. Mas certamente Ele não está colocado no centro desses templos".

Beth explicou que essa falta de foco abre espaço para a idolatria dentro da própria igreja.

"Muitas vezes não nos damos conta de que há vários outros deuses sendo adorados. Se olharmos para o Antigo Testamento, veremos que estamos lutando exatamente contra os mesmos deuses, como Baal, Malok. Estes são apenas alguns dos nomes dos deuses que ainda estão 'vivos' na mente das pessoas, sendo adorados ativamente e estão sendo enviados às casas de adoração, muitas vezes infiltrados dentro das próprias igrejas", destacou.

 

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

0 comentários: