Notícias Gospel (neste email contem: 9 novas notícias)

Filed under: by:

Notícias Gospel (neste email contem: 9 novas notícias)

Link to guiame.com.br's news

Pastor ouviu a voz de Deus quando chegou perto da morte: “Há uma guerra espiritual”

Posted: 04 Jun 2018 08:15 AM PDT

Pastor ouviu a voz de Deus quando chegou perto da morte:

O pastor norte-americano Robert Morris voltou ao púlpito de sua igreja no último sábado (2) para contar sobre a experiência de chegar perto da morte, cerca de dois meses após ter sofrido uma hemorragia interna.

Diante dos fiéis da Gateway Church, o pastor de 56 anos relatou que sofreu uma hemorragia em abril, quando estava com sua esposa no interior do Texas. Por causa do sangramento, os paramédicos tiveram dificuldades para sentir seu pulso e Morris teve que ser levado ao hospital por um helicóptero.

Pouco antes de voar, um dos socorristas disse à esposa de Morris, Debbie, que ela poderia ter um momento a sós com ele. “Nós dois pensamos que tinha acabado”, disse Morris, emocionado. “Então nos despedimos e eu gravei um vídeo para nossos filhos e netos”.

Durante a viagem de helicóptero, Morris conta que teve um encontro com Deus. “Eu não fui para o céu, mas a presença do Senhor encheu o helicóptero e senti que estava prestes a ir para o céu”, afirma.

Morris não sentia medo naquele instante, pelo contrário: foi tomado por uma grande paz e alegria. “Fiquei empolgado porque estava prestes a ver Jesus, porque estava indo para o céu. Pensei em minha família e minha igreja, mas eu sabia que Deus cuidaria deles”.

Por outro lado, o pastor sentiu que ainda não era sua hora. “Se é isso, estou pronto para ir, mas gostaria de ficar com a minha família. Eu não acho que você tenha terminado [sua obra] comigo na terra”, orou Morris. Então ele ouviu Deus dizer: “Eu não terminei”. O pastor foi tomado por uma nova certeza: “Eu sabia que não ia morrer naquele dia”.

Quando chegou ao hospital, Morris havia perdido metade do sangue e estava com um hematoma do tamanho de um melão, conforme a descrição dos médicos. Ele teve que passar por duas cirurgias para a remoção dos hematomas e os procedimentos foram bem sucedidos.

Lições de vida

Com base em sua experiência, Morris conta que aprendeu nos últimos dois meses que a batalha espiritual é real. “Eu tive problemas de saúde e agradeço a Deus pelos profissionais médicos, mas também tive uma batalha espiritual e foi aí que a oração entrou”, disse o pastor.

Ele deixou claro que é um erro colocar culpa no diabo por tudo, mas neste caso ele reconhece que houve uma ação maligna. “Temos uma tendência a sermos racionais e continuamos procurando a explicação lógica”, afirma. “O próprio Jesus disse que Satanás vem apenas para roubar, matar e destruir. Acho que ele estava tentando me matar”.

Morris enfatizou que Deus responde às orações e encorajou a igreja a orar diariamente não apenas por suas petições, mas também por proteção divina. “Jesus nos ensinou a orar pela libertação do maligno. Ele nos ensinou a fazer guerra espiritual todos os dias”.

Ele também destacou a campanha de oração que foi feita em favor dele, na qual milhares de pessoas ao redor do mundo se uniram para interceder durante 24 horas por dia e 7 dias da semana. “Isso é fantástico e salvou minha vida. Mas se podemos nos unir para orar por uma pessoa que está morrendo, o que aconteceria se nos uníssemos para orar por uma nação que está morrendo?”, ele questiona.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

O reino de ponta-cabeça

Posted: 04 Jun 2018 07:43 AM PDT

O reino de ponta-cabeça

No célebre Sermão do Monte, Jesus mostrou, de forma eloquente, que o reino de Deus é um reino de ponta-cabeça. A pirâmide está invertida. Feliz é aquele que nada ostenta diante de Deus e ainda chora pelos seus pecados. Feliz é aquele que abre mão dos seus direitos em vez de oprimir o fraco para reivindicar até direitos que não tem. Feliz é o que abre sua mão ao necessitado e não o que explora para enriquecer-se. Feliz é o que constrói pontes de contato entre as pessoas e não aquele que cava abismos de inimizades entre as pessoas. Feliz é o que ama e pratica a justiça e não aquele que usa as filagranas da lei para auferir vantagens próprias. Feliz é aquele que busca a santidade e não aquele que rasga a cara em ruidosas gargalhadas carregadas de lascívia. No reino de Deus ser perseguido por causa da justiça é melhor do que fazer injustiça e pousar de benemérito da sociedade.

A ética do reino de Deus não afrouxa as exigências da lei para render-se à licenciosidade sem freios. Se nos reinos do mundo, o forte prevalece sobre o fraco e o poder da vingança esmaga até os inocentes, no reino de Deus, o perdão é maior do que a vingança e a busca da reconciliação é melhor do que a vitória num tribunal. Nos reinos do mundo, os homens se satisfazem com as ações certas sob a investigação da lei, no reino de Deus, até mesmo as motivações do coração são contadas. Odiar alguém é matá-lo no coração; olhar para uma mulher com intenção pura é adulterar com ela. Se os tribunais da terra só podem julgar palavras e ações; no reino de Deus, o tribunal divino julga até mesmo as intenções.

Na ética do mundo, o casamento está cada vez mais enfraquecido e o divórcio cada vez mais robusto. No reino de Deus, divorciar-se por qualquer motivo é entrar pelos corredores escuros do adultério e arruinar não apenas a própria vida, mas também a família. Na ética do mundo, o sexo tornou-se banal e promíscuo. Toda sorte de aberrações sexuais são aplaudidos e incentivados, mas no reino de Deus, exige-se a pureza no coração e a fidelidade nos relacionamentos.

Na ética do mundo, a espiritualidade é uma encenação na passarela da vaidade. Os homens são aplaudidos por aquilo que aparentam ser e não pelo que de fato são. No reino de Deus, a espiritualidade verdadeira não busca holofotes nem aplauso dos homens, porque visa exclusivamente agradar a Deus, que tudo vê em secreto e a todos sonda. Na ética do mundo, os homens julgam temerariamente e ao mesmo tempo que expõem os pecados do próximo, promovem a si mesmos. No reino de Deus, o indivíduo é rigoroso ao tratar seus próprios pecados, mas é compassivo para lidar com os pecados do próximo. Na ética do mundo, ser grande é acumular riquezas na terra, construir impérios financeiros e ostentar poder econômico. No reino de Deus, ser rico é ajuntar tesouros no céu, onde os ladrões não roubam nem a traça e a ferrugem corroem. Nos reinos do mundo, os homens vivem ansiosos pelas coisas que perecem, enquanto os filhos de Deus buscam em primeiro lugar o reino de Deus que é eterno. No ética do mundo, os falsos profetas são tidos em alta conta e recebem dos homens todo prestígio e acolhida. Mas, para os filhos do reino eles são falsos ministros, que pregam um falso evangelho, produzindo falsos crentes.

Na ética do mundo, o que importa é aparência. Por isso, a insensatez prevalece. Os homens escutam a verdade, mas não a colocam em prática. Constroem sua casa sobre a areia, para vê-la desmoronar na chegada da tempestade. No reino de Deus não basta ouvir ou conhecer, é preciso praticar. Não basta construir sua casa, é preciso construí-la sobre a rocha. Não basta ter uma casa segura aos olhos dos homens, é preciso que essa casa permaneça inabalável diante das tempestades da vida.

O reino de Deus está em oposição aos reinos deste mundo. Os reinos deste mundo são aplaudidos agora, mas entrarão em colapso depois. Ostentam sua riqueza agora, mas depois ficarão completamente desamparados. Drapejam suas bandeiras de sucesso agora, mas serão cobertos de opróbrio na manifestação de nosso glorioso Redentor. Então, todos os reinos deste mundo passarão, mas o reino de Cristo, mesmo sendo agora um reino de ponta-cabeça, jamais findará.

 

 

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

 

 

 

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Terroristas palestinos causaram mais de 40 incêndios em dois dias, na fronteira com Israel

Posted: 04 Jun 2018 06:49 AM PDT

Terroristas palestinos causaram mais de 40 incêndios em dois dias, na fronteira com Israel

Jihadistas palestinos na Faixa de Gaza causaram mais de 40 incêndios criminosos no fim de semana, usando pipas incendiárias que transportavam explosivos e combustível.

Esta última "técnica", que começou com a "Grande Marcha de Retorno", lançada há dois meses, continuou em uma frequência quase diária desde então. No total, as "pipas do terror" já causaram mais de 350 incêndios, que queimaram mais de 7.000 acres de terras agrícolas, bosques e reservas naturais, causando dezenas de milhões de shekels (moeda de Israel) em danos.

Equipes de combate a incêndios combateram as chamas ao longo da faixa de Gaza durante o fim de semana, incluindo incêndios em massa nas florestas de Shokeda e Simchoni. A Autoridade de Parques e Natureza de Israel disse que o fogo destruiu uma terceira parte - 75 acres da reserva natural de 275 acres - Karmiya. Demorou a maior parte do dia para controlar as chamas massivas, mesmo com a ajuda de aviões de combate a incêndios.

No domingo, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, ordenou a retenção da verba de impostos que era transferida à a Autoridade Palestina. Esses fundos serão usados ​​para compensar agricultores e comunidades que sofreram perdas com os incêndios.

Netanyahu instruiu o chefe do Conselho de Segurança Nacional, Meir Ben Shabbat, a apresentar os números para reembolsar aqueles que foram diretamente afetados pelos incêndios.

Enquanto isso, na segunda-feira, as Forças de Defesa de Israel (IDF) dispararam contra dois palestinos que tentaram violar a cerca de segurança; um dos militantes estava armado com um machado e foi morto; o segundo, ferido, fugiu de volta para Gaza.

No final de semana, terroristas conseguiram se infiltrar em Israel em três ocasiões diferentes. Uma célula de terror incendiou equipamentos de construção antes de fugir de volta para Gaza. A IDF disse mais tarde que os contêineres que pegaram fogo pertenciam a empreiteiros que trabalhavam na cerca de segurança.

A IDF está tentando várias maneiras de combater as pipas incendiárias, empregando algumas técnicas usadas para combater ataques de foguetes. Drones tiveram algum sucesso destruindo as asas incendiárias.

Nesta terça-feira, 5 de junho, os palestinos celebram o 'Naksa' (árabe por "retrocesso"), data na qual Jerusalém voltou a estar sob a soberania israelense durante a Guerra dos Seis Dias de 1967. Eles relembraram recentemente a Nakba, a "catástrofe", em 14 de maio, marcando o estabelecimento do moderno Estado de Israel.

O ministro da Educação de Israel, Naftali Bennett, disse que Israel vai encontrar uma maneira de acabar com esse último ataque, como aconteceu com os ataques de foguetes e túneis de terror.

"Também vamos lidar com as pipas", disse Bennett à Rádio Israel. "É só uma questão de tempo".

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Premiê socialista da Espanha se nega a jurar sobre Bíblia em sua posse

Posted: 04 Jun 2018 06:26 AM PDT

Premiê socialista da Espanha se nega a jurar sobre Bíblia em sua posse

A Bíblia Sagrada não fez parte do juramento de posse do primeiro-ministro, pela primeira vez na história da democracia espanhola. Em sua posse no último sábado (2), Pedro Sánchez, do partido Socialista, dispensou os símbolos cristãos e jurou lealdade apenas diante da Constituição da Espanha.

No Palácio da Zarzuela, residência oficial do rei nos arredores de Madri, o socialista rompeu o protocolo adotado por todos os primeiros-ministros que governaram o país após a restauração da democracia, em 1975.

“Prometo, por minha consciência e honra, cumprir fielmente as obrigações do cargo de presidente do Governo, com lealdade ao rei, e guardar e fazer cumprir a Constituição como norma fundamental do Estado, assim como manter segredo das deliberações do Conselho de Ministros”, leu Sánchez, enquanto apoiava a mão direita num exemplar da Constituição de 1978.

O novo presidente se define como ateu e defende o fim do ensino religioso nos colégios públicos. Sánchez acredita que o Estado deve ser laico e completamente desvinculado de qualquer religião.

Após uma mudança introduzida pela Casa del Rey em 2014, foi concedida ao primeiro-ministro a liberdade de fazer o juramento com ou sem presença de símbolos religiosos. No entanto, os últimos governantes haviam optado por manter a tradição de ter Bíblia e crucifixo ao alcance.

Contexto político

A cerimônia de posse ocorreu após o conservador Mariano Rajoy ser forçado a deixar o cargo, diante da aprovação de uma moção de censura (ou de desconfiança) pelo Parlamento.

O Partido Popular do ex-premiê é alvo de um escândalo de caixa dois de campanha, com irregularidades que teriam ocorrido entre 1999 e 2005. Os parlamentares passaram a questionar o governo e Sánchez, que é secretário-geral do Partido Socialista, articulou a moção.

De acordo com a legislação espanhola, o partido que pede a censura do governante deve propor, simultaneamente, um nome para substituí-lo. Sánchez foi indicado e entrou para a história como o primeiro a assumir o cargo sem ser deputado.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Príncipe herdeiro concede permissão para que cristãos realizem cultos, na Arábia Saudita

Posted: 04 Jun 2018 06:08 AM PDT

Príncipe herdeiro concede permissão para que cristãos realizem cultos, na Arábia Saudita

Uma notícia animadora está deixando os cristãos da Arábia Saudita esperançosos. É que agora eles, que antes não podiam expressar sua fé de forma pública sem o aval das autoridades, tiveram a permissão de realizarem cultos.

A iniciativa foi do príncipe herdeiro Mohammed Bin Salman, que tem chamado atenção por sua tentativa em tornar a Arábia Saudita um país mais moderado, apesar de islâmico.

Antes disso, outra notícia havia sido publicada. No dia 2 de maio, o jornal egípcio Egypt Independent afirmou que a Arábia Saudita permitiria a construção de igrejas. Logo em seguida, a informação apareceu em vários outros veículos.

Sabe-se que os comentaristas entenderam essa decisão como parte do movimento reformista do príncipe coroado. A notícia dava conta de que um acordo havia sido assinado entre o Vaticano e a Arábia Saudita.

Apesar disso, em uma nota de imprensa, o Vaticano negou que o acordo foi firmado. A publicação oficial saiu no dia 5 de maio pelo MailOnline (website do jornal britânico Daily Mail).

Reformas

Segundo informações do Asia News, o único acordo feito foi justamente a  permissão a cristãos residentes na capital Riad de realizar cultos na igreja. Tal feito colabora com a cooperação na área de diálogo inter-religioso.

Uma analista de perseguição da Portas Abertas disse que príncipe herdeiro está conseguindo fazer “reformas extraordinárias”. Uma delas foi o fato dele ter permitido que mulheres agora possam dirijam. Além disso, liberou o funcionamento de cinemas.

Como noticiado anteriormente pelo Guiame, Mohammed Bin Salman também reconheceu o direito à existência de Israel. Esses atos não têm qualquer precedente por um político saudita. “Suas palavras são acompanhadas por ações e ele se encontrou com vários líderes cristãos nos últimos meses”, finaliza a analista.

Israel

Em entrevista à revista norte-americana The Atlantic, Salman declarou que os israelenses têm o direito de viver pacificamente em sua própria terra. Questionado se os judeus têm direito a um estado-nação em parte de sua terra ancestral, o príncipe respondeu.

“Acredito que palestinos e israelenses têm o direito de ter sua própria terra. Mas temos que ter um acordo de paz para garantir a estabilidade para todos e ter relações normais”.

Israel não é reconhecido oficialmente pela Arábia Saudita, local onde surgiu o Islã e palco dos santuários mais sagrados da religião. Assim como outros países árabes, a nação exige a retirada dos assentamentos israelense conquistados na Guerra dos Seis Dias em 1967.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Jogadora deixou seleção dos EUA, após time apoiar o 'orgulho gay': "Obedeci a Deus"

Posted: 04 Jun 2018 05:20 AM PDT

Jogadora deixou seleção dos EUA, após time apoiar o 'orgulho gay': "Obedeci a Deus"

A jogadora cristã de futebol, Jaelene Hinkle, confirmou que se retirou da Seleção Feminina dos Estados Unidos no ano passado para "ser obediente" a Deus, depois que a equipe anunciou que usaria camisas com apoio ao orgulho LGBT em partidas internacionais.

Conforme relatado em junho do ano passado, Hinkle, então com 24 anos de idade, retirou-se da seleção dos EUA por "motivos pessoais", depois que ela foi convocada para participar de jogos internacionais contra a Suécia e a Noruega.

Sua saída ocorreu duas semanas após o anúncio de que tanto as equipes masculinas quanto femininas dos Estados Unidos usariam camisas coloridas do arco-íris em apoio ao mês do orgulho LGBT.

Foi especulado na época que a atleta da Carolina do Norte se retirou da equipe por causa de sua fé cristã e convicções sobre questões de sexualidade e casamento.

Em uma entrevista na última quarta-feira, ao "The 700 Club", da Christian Broadcasting Network, ela revelou que sua decisão de não jogar pelo time veio depois de dias de busca de orientação de Deus.

"Eu me senti tão convencida em meu espírito que não era para eu usar aquela camisa", disse Hinkle. "Eu me dei três dias para apenas buscar a Deus, orar e entender o que Ele estava me pedindo para fazer nesta situação. Eu sabia que no meu espírito eu estava fazendo a coisa certa. Eu escolhi obedecer a Deus"

Hinkle explicou que era quase como uma "experiência fora do corpo" quando foi convidada para jogar pela seleção feminina e disse que estava empolgada para usar o emblema da bandeira dos EUA no peito.

Mas depois que foi anunciado que a camisa da equipe foi projetada para homenagear a comunidade LGBT, ela sabia que tinha uma decisão difícil a tomar: perseguir seu sonho ou obedecer a seu Deus e manter convicções.

"Eu estou essencialmente desistindo do sonho que o sonho da menina tem sobre toda a sua vida e estou dizendo não para [isso]", explicou ela. "Foi muito decepcionante."

No entanto, ela assegurou que uma "paz" interna "superou a decepção".

"Eu sabia que no meu espírito eu estava fazendo a coisa certa", disse Hinkle. "Eu sabia que estava sendo obediente, mas só porque você é obediente não torna isso fácil".

Hinkle ressaltou que, apesar da decepção, ela não questiona o plano de Deus para sua vida.

"Eu não questiono a bondade Dele. Sei que Ele é bom. Sei que Ele é fiel. Se eu não conseguir que uma equipe nacional me convoque novamente, isso faz parte do plano Dele e está tudo bem", disse ela. "Talvez fosse por isso que eu deveria jogar futebol".

Hinkle foi criada em um lar cristão no Colorado e entregou sua vida a Cristo aos 12 anos, segundo a CBN. Na entrevista com a CBN, ela contou as dificuldades que teve na escola, no Texas Tech e na manutenção de uma vida saudável na igreja.

Hinkle não tem medo de deixar sua voz ser ouvida em questões relativas ao casamento e à sexualidade.

Em junho de 2015, no dia em que a Suprema Corte dos EUA decidiu tornar o casamento entre pessoas do mesmo sexo um direito nacional, Hinkle compartilhou um post em sua página no Instagram em que ela converteu uma bandeira da igualdade dos direitos humanos em uma cruz.

"Jesus não veio para salvar aqueles que já acreditavam Nele. Ele veio para que os homens e mulheres perdidos, rejeitados e abandonados O encontrassem e cressem", escreveu ela. "Acredito que, com cada fibra do meu corpo que o que foi escrito 2.000 anos atrás na Bíblia é, sem dúvida, verdadeiro. Não é um livro fictício. Ou você acredita, ou não acredita. Este mundo pode mudar, mas Cristo e Sua Palavra nunca irão mudar".

 

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

A elegância do trench coat nos dias frios

Posted: 04 Jun 2018 04:48 AM PDT

A elegância do trench coat nos dias frios

Você pode se livrar da imensa quantidade de camadas de roupas no inverno e substituí-las por um bom casaco. Uma das peças mais curingas nos dias frios é o trench coat.

Você não precisa necessariamente usar salto ou camisa para usar a peça — looks de casaco podem dar certo com calça jeans, tênis ou saia mídi.

Além do tradicional casaco nos tons caramelo, existem diversas opções de cores e estampas que podem se adaptar ao seu estilo. Confira abaixo a seleção feita pelo site da revista Elle:


(Foto: Agência Fotosite)


(Foto: Agência Fotosite)


(Foto: Agência Fotosite)


(Foto: Agência Fotosite)


(Foto: Agência Fotosite)

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Índice de obesidade no Brasil cresceu 60% nos últimos 10 anos

Posted: 04 Jun 2018 04:43 AM PDT

Índice de obesidade no Brasil cresceu 60% nos últimos 10 anos

No Brasil, dados do Ministério da Saúde revelam que nos últimos 10 anos, a taxa de obesidade aumentou 60% e a de sobrepeso 26%. Em pesquisas recentes, também foi possível observar que estar acima do peso pode aumentar o risco de desenvolver diversos tipos de câncer, além do Diabetes Mellitus.

“A obesidade é uma das doenças mais estudadas hoje em dia, pois é um problema mundial que está piorando a cada dia, não somente por afetar a qualidade de vida de modo geral, mas por contribuir com diversos outros problemas de saúde, entre eles o Diabetes Mellitus, doença que traz muitas complicações e de difícil controle medicamentoso”, afirma Ivan Sandoval de Vasconcellos, cirurgião bariátrico da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo.

A cirurgia bariátrica é um dos métodos utilizados para o controle de peso e, consequentemente, de outras doenças relacionadas. A técnica consiste em realizar um procedimento cirúrgico sobre o estômago ou intestino, visando restringir a quantidade de alimento ingerido, reduzindo sua absorção sem comprometer o equilíbrio do organismo e, assim, melhorar o metabolismo e gerar saciedade precoce (sensação mais rápida de estar satisfeito com o alimento ingerido).

Existem vários tipos de cirurgia e todas as técnicas são, atualmente, realizadas por mini-incisões, por onde finas longas pinças e micro câmera passam. Com o comando do cirurgião (diretamente ou por meio de um robô), o procedimento é feito na cavidade abdominal sem necessidade de grandes cortes, método denominado como videolaparoscopia.

Em todos os casos, é realizada a redução do estômago, por grampeamento (aparelhos modernos que permitem cortar e suturar o estômago ou intestino com rapidez e precisão). O que pode mudar é a realização do desvio intestinal, a qual traz vantagens (maior emagrecimento e melhora de doenças associadas à obesidade) e desvantagens (menor absorção de alguns nutrientes necessitando reposição vitamínica mais intensa, além de maior ocorrência de aderências, dumping ou hipoglicemia).

No entanto, para passar pelo procedimento, é necessário estar dentro de critérios estabelecidos pelas entidades científicas, gestoras e reguladoras, a nível nacional e mundial (CFM, ANVISA, Sociedades Médicas Clínicas e Cirúrgicas). Entre os critérios, o paciente precisa estar há mais de dois anos com obesidade em níveis considerados críticos, que, portanto, pode trazer riscos para a saúde. Estes níveis correspondem a acima do grau II (índice de massa corpórea 35 a 40 kg/m2), na presença de outras doenças associadas à obesidade, ou simplesmente acima de grau III (índice de massa corpórea superior a 40 kg/m2).

Em todos os casos, o especialista afirma que é obrigatório já existir tentativa de tratamento clínico antes de se decidir por cirurgia.

“As pessoas que desejam mudar a qualidade de vida, podem contar com espaços como o Centro de Obesidade da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, que oferece informação e acompanhamento multidisciplinar, contando também com suporte nutricional e psicológico, para conduzir todo o processo de emagrecimento. O espaço foi pensado para atender os pacientes e seus familiares de forma segura e prática em um só lugar, pois possui equipe treinada e integrada, alinhado com a tendência mundial no tratamento da obesidade”, diz o especialista.

De modo geral, a cirurgia traz grande melhora, em alguns casos, até mesmo de resolução de algumas doenças causadas ou agravadas pela obesidade. No entanto, o cirurgião esclarece que é necessário o controle da alimentação após o processo. “É fundamental entender que a cirurgia é uma ajuda, ou seja, não é uma solução definitiva, pois caso o paciente não melhore a alimentação e pratique atividade física, o tratamento pode falhar e, com o passar do tempo, ocorre o reganho de peso com retorno da obesidade”, finaliza.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Missionário se une a igreja local para alimentar famintos, no Equador

Posted: 03 Jun 2018 10:16 AM PDT

Missionário se une a igreja local para alimentar famintos, no Equador

Tena é uma pequena cidade no Equador, localizada na Amazônia, onde as condições climáticas e a situação econômica fazem dela um local cheio de necessidades e pobreza.

Nela pode-se encontrar a Igreja do Nazareno, pastoreada por Vicente Valdivieso Silva, que não é um nativo, mas chegou ao local com a missão de espalhar o amor de Deus entre os habitantes locais.

A igreja não têm muitos membros, mas eles provaram ser uma comunidade bastante unida. Apesar das necessidades, eles fazem parte de um ministério chamado Nazarenos Compassivos.

Com isso, eles recebem doações com as quais ajudam pessoas com recursos limitados e que foram vítimas de acidentes ou de uma catástrofe natural.

Para o pastor Silva "dar não significa ter algo, o coração não está cheio de recursos, o amor tem que nascer e isso nos faz generosos. Aqui não temos muitos recursos, mas para começar a dar, você precisa de um coração e nada mais".

Os alimentos ficam guardados em tanques que foram limpos e reutilizados. Arroz, açúcar, vários grãos e produtos enlatados chegam semana a semana. Eles embalam um pouco de comida e oferecem para as pessoas com poucos recursos que realmente vão lá para pedir.

"Nós ouvimos bem a mensagem de Deus. Eu posso dar um copo de água sem esperar por um obrigado, porque esse é o nosso ideal. Nós não desistimos de tentar tê-los em nossa igreja ", comentou o pastor.

Além disso, a igreja tem cozinhas, tanques de gás e pratos para preparar comida sempre que há um desastre natural. Eles se revezam preparando comida, lavando pratos e ajudando os outros.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

0 comentários: