Notícias Gospel (neste email contem: 15 novas notícias)

Filed under: by:

Notícias Gospel (neste email contem: 15 novas notícias)

Link to guiame.com.br's news

Netflix irá produzir conteúdos cristãos e voltados para a família

Posted: 02 Aug 2018 08:26 AM PDT

Netflix irá produzir conteúdos cristãos e voltados para a família

A Netflix pretende produzir conteúdos religiosos e familiares para seus assinantes. O anúncio foi feito no domingo (29) por Cindy Holland, vice-presidente de conteúdos originais na plataforma

“É uma audiência muito importante para nós”, disse Holland aos jornalistas em um evento promovido pela Associação de Críticos de Televisão em Beverly Hills, na Califórnia.

“Representa uma porcentagem significativa da população não apenas aqui nos Estados Unidos, mas em todo o mundo”, continuou Holland, acrescentando que ela “cresceu em um lugar que estava imerso nessas tradições”.

“Eu também quero fazer programações ótimas para meus primos e suas famílias”, disse Holland. “Estamos focados em construir um quadro robusto de programação familiar”.

A Netflix apresenta diversos filmes e outros tipos de conteúdo na seção “Fé e Espiritualidade”, como “Deus Não Está Morto”, “Quarto de Guerra” e “A Bíblia”.

Quando questionada sobre o tipo de programação que os telespectadores podem esperar da gigante do streaming, Holland disse que não havia nada que ela pudesse “falar hoje”.

De acordo com o diretor financeiro da Netflix, David Wells, a plataforma tem como objetivo incluir cerca de 700 programas originais em seu portfólio para 2018, segundo a Variety.

“Vamos continuar adicionando conteúdo. Está funcionando, está impulsionando o crescimento”, disse Wells sobre a estratégia de desenvolvimento da empresa durante a Conferência de Tecnologia, Mídia e Telecomunicações em fevereiro.  

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

"Cristãos são inimigos do socialismo porque acreditam na liberdade", diz pastor

Posted: 02 Aug 2018 08:16 AM PDT

"Cristãos são inimigos do socialismo porque acreditam na liberdade", diz pastor

Cada vez mais os cristãos tendo sua liberdade ameaçada nos Estados Unidos, segundo destacou um pastor ao alertar que o Partido Democrata dos EUA está sendo invadido por socialistas e destacou que é urgente o forte posicionamento da Igreja contra este movimento.

O bispo afro-americano da Virgínia e conservador E.W. Jackson emitiu uma solene advertência sobre a adoção do socialismo pelo Partido Democrata e lançou o que ele chama de Campanha de 2018 para o Despertar da Igreja.

Jackson, um franco pregador que concorreu sem sucesso à nomeação republicana para a cadeira no Senado da Virgínia este ano, fez um apelo a todos os cristãos para que votem nas eleições primárias de 2018 em novembro, a fim de impedir uma tentativa do Partido Democrata "socialista" de retomar o controle do Congresso e tentar derrubar o presidente Donald Trump.

"Por favor, me ouçam bem. Estamos na maior batalha espiritual pelo futuro de nosso país, desde a Guerra Civil", disse Jackson em um recente vídeo anunciando a campanha, acrescentando que as pesquisas mostram que pessoas entre 18 e 29 anos têm mais probabilidade do que as gerações mais velhas de verem o socialismo como positivo.

"O socialismo é uma ideologia marxista que nega a existência de Deus e deposita sua confiança no governo. Ele é responsável pela fome em massa, tortura, assassinato e escravidão. Não permite liberdade de expressão ou pensamento. Os cristãos são seus principais inimigos porque acreditam na liberdade. Nós, cristãos, adoramos o único Deus verdadeiro e vivo. No entanto, os socialistas declarados estão sendo eleitos em nosso país", disse ele.

Democratas ou socialistas

Jackson é o fundador do STAND (Permanecendo Fiel ao Destino Nacional da América) e o pastor chefe do Ministério 'Exodus Faith', em Chesapeake, Virgínia. A STAND foi fundada em 2009, seis meses após a posse do presidente Barack Obama. Ela se descreve como "uma organização nacional dedicada a preservar a vida, a família tradicional, a história e os valores judaico-cristãos como a base da Constituição e cultura" do país.

Em seu anúncio em vídeo publicado na semana passada, Jackson, de 66 anos, explicou como o Partido Democrata está cada vez mais apoiando e nomeando candidatos socialistas autoproclamados.

De acordo com Jackson, o Partido Democrata procura "limitar a liberdade de expressão", "abolir o ICE", estabelecer fronteiras abertas, estabelecer "medicina socializada" e estabelecer uma "renda garantida nacional". Além disso, disse Jackson, o Partido Democrata tornou-se "antiamericano, anti-liberdade e anticristão".

"Se pudessem, perseguiriam seguidores de Jesus Cristo em silêncio e submissão", argumentou. "A menos que a Igreja se levante, a América como nós a conhecemos um dia, já se foi".

Jackson repreendeu a Igreja, dizendo que foi necessário um "período de abdicação da responsabilidade espiritual" para que a nação alcançasse esse ponto. Ele ressaltou que, para restaurar a cultura, os cristãos devem votar nas eleições de 2018 para apoiar candidatos conservadores e a agenda do presidente Trump.

"Você não tem que concordar com todas as políticas que ele apresenta ou com todas as declarações que ele faz, mas ele é a melhor defesa política contra a marcha do marxismo e George Soros. Ele defende os Estados Unidos. Ele defende Deus e se posiciona a favor dos cristãos e da Igreja", Jackson enfatizou. "Se a esquerda ganhar o controle do Congresso, eles vão cassar o presidente. Isso precipitaria uma crise constitucional e poderia desestabilizar nossa sociedade".

Jackson reiterou que se os democratas assumirem o controle do Congresso e forem capazes de instaurar o impeachment de Trump, "todo o inferno poderia se libertar".

"A menos que a Igreja Cristã — o Corpo de Cristo — se posicione, a esquerda conseguirá completar a transformação fundamental da América", advertiu ele. "Todo cristão deve se registrar para votar. Pergunte a cada amigo e membro da Igreja: 'Você está registrado? Você vai votar em novembro?'. Se você receber qualquer coisa como resposta, ao menos um sim entusiasta, mostre-lhes este vídeo e, em seguida, faça o acompanhamento para se certificar de que eles se registrem e votem".

Contra o aborto

Jackson também tem criticado a gigante abortista 'Planned Parenthood' e outras organizações de aborto pelo impacto que tiveram nas comunidades afro-americanas.

O pastor se juntou a outros líderes cristãos negros em um protesto de 2015, pedindo a remoção do busto da fundadora da Planned Parenthood, Margaret Sanger, do museu de arte histórica dos EUA, "National Portrait Gallery".

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

"Se amar a Cristo é um crime, então sou culpado", diz pastor ao ser torturado no Egito

Posted: 02 Aug 2018 06:48 AM PDT

"Se amar a Cristo é um crime, então sou culpado", diz pastor ao ser torturado no Egito

O Rev. Majed El Shafie foi torturado enquanto estava preso no Egito. O ex-líder muçulmano passou a liderar uma igreja clandestina depois que se converteu ao cristianismo. Sua congregação cresceu rapidamente até que ele foi descoberto.

Shafie foi mantido nas salas de tortura da prisão de Abu Zabal, no Cairo, por sete dias em 1998, como líder de uma organização cristã de 24 mil membros. Ele foi informado por um guarda após dias de espancamento que ele poderia ser libertado e ainda ganhar um carro ou uma mulher se ele apenas negasse a Cristo e revelasse os nomes de seus amigos cristãos.

A oferta era tentadora, mas Shafie não aceitou. Ele enganou o guarda, dizendo que ia revelar os nomes em troca de uma boa refeição, mas o único nome que ele pronunciou foi o do verdadeiro líder da organização, Jesus Cristo.

O que se seguiu foi outro ataque brutal da guarda e mais três dias de tortura e prisão antes que Shafie fosse finalmente enviado para um hospital e ficou lá por três meses, para se recuperar. Shafie seria condenado à morte por três acusações, mas graças à ajuda de embarcações alugadas, ele escapou para Israel e mais tarde recebeu asilo no Canadá.

Continuando a obra

No Canadá, ele criou uma organização sem fins lucrativos que ajudou incontáveis ​​cristãos perseguidos de várias denominações ao redor do mundo. Na semana passada, Shafie foi um dos muitos crentes perseguidos que participaram de um congresso do Departamento de Estado dos EUA para o Avanço da Liberdade Religiosa.

O site The Christian Post falou com o fundador da One Free World International, que detalhou seu sofrimento no Egito e sua angustiante fuga através do Golfo de Aqaba. Vindo de uma proeminente família de advogados muçulmanos, Shafie disse que tinha 18 anos quando aceitou a Cristo como seu Senhor e Salvador, em 1996.

Ele não perdeu tempo em fazer sua parte e iniciou uma organização que defendia direitos iguais para as minorias religiosas no Egito. Em apenas dois anos, ele chegou a pregar para mais de 24 mil pessoas. Em 15 de agosto de 1998, ele foi preso em seu escritório.

"Fui levado para a prisão por sete dias de tortura", explicou o homem de 40 anos. "Eles começaram raspando meu cabelo, colocando minha cabeça em baldes de água fria e quente, me pendurando de cabeça para baixo. No terceiro dia, eles soltaram cães para me atacar, mas os cães não atacaram. Depois disso, eles me crucificaram por dois dias e meio".

"Eu quase morri", disse Shafie que não foi crucificado com pregos, mas teve suas mãos amarradas a uma cruz. No final de dois dias, suas mãos foram desatadas e ele foi submetido a outra forma de tortura.

"Eles fizeram um corte na parte de trás do meu ombro esquerdo e esfregaram sal na minha ferida aberta. Eu quase morri", lembrou ele. "Eu fiquei no hospital da polícia por três meses. Eles não queriam que eu morresse imediatamente, porque isso me torturaram. Eles queriam destruir minha reputação".

Fuga

Após três meses no hospital da polícia, Shafie foi submetido a prisão domiciliar por um período de oito a nove meses. Ele disse que foi condenado por três acusações: organizar revogação contra a autoridade egípcia, tentativa de mudar a religião oficial do Egito do islamismo para o cristianismo e adorar a Cristo.

"Minha declaração foi: 'Se amar e adorar a Cristo é um crime, eu sou culpado como acusado'", disse Shafie. Segundo o tribunal, esses eram crimes justificavam a pena de morte. A equipe de Shafie descobriu a sentença e o avisou. Ele escapou de sua prisão em casa e foi para Alexandria.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

EUA impõem sanções sobre ministros envolvidos em prisão de pastor na Turquia

Posted: 02 Aug 2018 06:15 AM PDT

EUA impõem sanções sobre ministros envolvidos em prisão de pastor na Turquia

Os Estados Unidos impuseram sanções nesta quarta-feira (1) sobre duas autoridades do gabinete do presidente turco, Tayyip Erdogan, em uma nova tentativa de fazer com que o país, aliado da Otan, entregue o pastor americano acusado de apoiar um golpe contra Erdogan há dois anos.

O Departamento do Tesouro dos EUA agiu contra o ministro da Justiça, Abdulhamit Gul, e o ministro do Interior, Suleyman Soylu, pela prisão do pastor Andrew Brunson na Turquia. O governo americano culpa ambos por estarem envolvidos na prisão e detenção de Brunson.

Segundo comunicado, os oficiais que são alvos da sanção não poderão fazer transações comerciais com norte-americanos. O governo Trump também bloqueou qualquer propriedade dessas autoridades turcas em territórios sob a jurisdição dos EUA.

O Ministério das Relações Exteriores da Turquia classificou a ação de Washington como uma “postura hostil” e disse que o país irá retaliar. As relações entre os EUA e a Turquia têm despencado por causa de Brunson, que ficou sob custódia por 21 meses em uma prisão turca até ser transferido para prisão domiciliar na semana passada.

“Não vimos nenhuma evidência de que o pastor Brunson tenha feito algo errado, e acreditamos que ele seja uma vítima da detenção injusta e irrazoável do governo da Turquia”, declarou Sarah Sanders, porta-voz da Casa Branca.

Na terça-feira (31), um tribunal turco rejeitou o pedido de Brunson para ser libertado da prisão domiciliar durante seu julgamento por acusações de terrorismo.

A antecipação das sanções dos EUA desencadeou em uma baixa histórica da lira turca contra o dólar na quarta-feira.

Contexto

Brunson foi acusado de ajudar partidários de Fethullah Gülen, o clérigo norte-americano que, segundo as autoridades turcas, planejou uma tentativa de golpe contra Erdogan em 2016, na qual 250 pessoas foram mortas.

O pastor, que vive na Turquia há mais de vinte anos, pode pegar até 35 anos de prisão se for considerado culpado pelas acusações, que ele nega veemente.

O presidente Donald Trump, o vice-presidente Mike Pence e o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, levantaram o caso diretamente com Erdogan, acreditando que tinham um acordo para conseguir a libertação de Brunson no mês passado. Quando isso não se materializou, eles começaram a aumentar a pressão sobre o governo turco, disseram os assessores.

Pence, que tem laços estreitos com a comunidade evangélica, tem acompanhado o caso de Brunson desde que ele foi preso e vem pressionado a Turquia nos bastidores pela ação.

Analistas dizem que as relações entre os Estados Unidos e a Turquia têm estado sob crescente pressão nos últimos dois anos, principalmente em relação ao papel dos EUA na Síria e aos fortes laços da Turquia com a Rússia.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Neonazista se entrega a Jesus, após ser evangelizado por cristã negra

Posted: 02 Aug 2018 05:28 AM PDT

Neonazista se entrega a Jesus, após ser evangelizado por cristã negra

Um lutador profissional que se tornou um líder neonazista travou também uma luta interior com Deus e, após este embate, encontrou o perdão de Cristo, se rendendo a Ele.

Keith "Duke" Schneider, também conhecido como "Pitbull", destacou-se como lutador profissional, enfrentando alguns de seus oponentes mais difíceis sem pensar duas vezes.

Sua carreira na modalidade wrestling começou na James Madison High School, onde ele conquistou o primeiro lugar dos meio-pesados. Ele logo descobriu que os anos de abuso físico que sofreu nas mãos de sua mãe bipolar e da irmã mais velha produziram uma alta tolerância à dor.

Duke relembra os espancamentos que sofreu na infância e como encontrou uma maneira de "escapar" de seus traumas, assistindo a documentários nazistas. "Eles eram fortes", disse ele sobre a imagem que formou dos jovens nazistas. 

"Ninguém nunca iria me machucar novamente"

Ele sobreviveu ao terrível abuso mantendo um pensamento em mente  que um dia ele seria forte o suficiente para que ninguém pudesse machucá-lo.

Duke disse à CBN News que seu corpo “tornou-se tão difícil de combater” por causa do abuso infantil que os golpes que ele levava no ringue “não incomodavam nem um pouco”. "E toda vez que eu era atingido, repetia para mim mesmo que ninguém nunca iria me machucar fisicamente de novo", explicou ele.

O 'brigão do Brooklyn' se lembra de uma luta contra um oponente chamado de 'O Fabuloso Fire Hawk', que deslocou seu nariz duas vezes no primeiro round. A maioria dos lutadores pediria um tempo naquele momento, mas não Schneider. Ele colocou o seu farejador e depois venceu a partida, quase quebrando a perna do seu antagonista de 147 Kg.

Duke disse que apesar da dura luta, os dois se tornaram grandes amigos, observando que, naquela época, havia um ar de civilidade nos ringues do wrestling. "Não há maior respeito e nem maior camaradagem do que entre dois homens dispostos a enfrentar tudo o que têm", diz Duke à CBN News.

Depois de se aposentar dos ringues, Duke entrou no negócio de segurança pessoal. Foi então que ele foi contratado por uma mulher afro-americana chamada Catherine Boone, que estava fugindo de um relacionamento abusivo. Apesar de sua ideologia nazista, Duke precisava do dinheiro e não recusou a proposta de emprego.

Logo sua cliente, Catherine, mudou para um quarto na casa de Duke, onde ele forneceu proteção para ela.


A foto antiga, em preto e branco, mostra Duke Schneider em seus tempos de lutador e adepto do neonazismo. (Foto: CBN News)

Uma obsessão com o nazismo

Um dia, no entanto, Catherine foi atacada por skinheads enquanto voltava para casa. O incidente deu a Duke a ideia de se infiltrar no grupo.

Logo o lutador aposentado encontrou um novo lar para seu conjunto particular de habilidades entre os membros do 'Movimento Nacional Socialista'. A ideia original de Duke era se infiltrar no grupo, mas em vez disso ele logo descobriu que o movimento mexeu com seu longo fascínio pelo nazismo.

Em pouco tempo, seu fascínio doentio tornou-se uma obsessão. De 2005 a 2012, Schneider atuou como líder e estrategista do movimento, mas o tempo todo ele tinha um pequeno segredo vivendo em sua própria casa — Catherine Boone.

A amiga, que ele uma vez levou para sua casa por segurança, tornou-se sua protetora espiritual. Embora Duke fosse um incrédulo, Catherine era uma cristã devota que tinha o costume de orar, em uma linha direta para o céu.

Enquanto Duke estava fora nos comícios nazistas nacionais, que muitas vezes se tornavam violentos, Catherine estava em casa, pedindo a segurança de Jesus para ele. Ela tinha bons motivos para se preocupar.

De acordo com Duke, uma vez ele estava em Los Angeles para um comício, quando soube que a notória gangue MS13 estava planejando atirar em seu comandante, Jeff Schoep.

Esse tipo de perigo iminente faria a maioria dos homens fugir, mas não Duke. Em vez disso, ele assumiu a liderança no comício e disse aos seus homens: "O atirador terá que me matar primeiro!". Com centenas de homens sob seu comando, Duke estava totalmente comprometido com a causa em mente e corpo.

Um diagnóstico sombrio

Enquanto isso, no Brooklyn, Catherine muitas vezes colocava as fotos de Duke na cama, clamando pelo poder e proteção de Deus em para o homem. Deus ouviu suas orações e respondeu de uma maneira muito distinta.

Um dia, durante um check-up de rotina de seu médico, Duke recebeu um diagnóstico inesperado. O 'homem de aço que não sentia dor no ringue', o homem que quebrou vários ossos e era conhecido por sua tenacidade, se desmontou ao som de uma palavra: câncer.

Os médicos encontraram um tumor de 8 centímetros na garganta de Duke e alertaram que ele estava repleto de células cancerígenas. O medo de morrer de câncer de tireóide fez com que esse cara durão “começasse a suar frio”, segundo ele contou.

Naquela noite, ele disse a Catherine que ia morrer, mas sua companheira disse que não. Ela estava convencida de que Deus iria curá-lo e pediu-lhe para se encontrar com seu pastor.

Em um momento divino, o pastor Michael Beck ministrou Duke, dizendo que ele precisava renunciar ao nazismo e aceitar a Cristo.


Duke Schneider e sua esposa Katherine hoje testemunham as transformações que são frutos de sua caminhada com Cristo. (Foto: New York Times)

Duque responde ao chamado divino para a salvação

Duke, que era totalmente avesso à igreja e veio de uma casa onde a única vez em que “o nome de Deus foi mencionado foi em vão”, respondeu ao chamado para a salvação.

Em poucos dias, ele estava em pé diante dos membros da igreja 'Casa de Oração', confessando seus pecados e declarando publicamente a Jesus como Senhor. A congregação, cheia de fé, se alegrou e os anciãos impuseram as mãos sobre ele, acreditando que Deus o curaria do câncer.

Segundo Duke, os médicos removeram o tumor apenas para relatar que ele era milagrosamente benigno e que não havia sinais de câncer em nenhum outro lugar de seu corpo. Além disso, o médico disse que não precisava de quimioterapia ou tratamento com radiação.

"Eu sei que foi o milagre de Deus que fez isso", disse Duke.

Dias depois de sua cirurgia, Duke, se tornou um novo homem, com uma segunda chance na vida e casou-se com Catherine.

O homem que foi criado no que ele hoje aponta como um lar "sem Deus", com pais "que negavam a existência de qualquer deus", agora tinha um relacionamento pessoal com o Deus verdadeiro.

Renunciando ao nazismo

O próximo passo em sua nova vida foi sair de seu grupo neonazista. Ele chamou o comandante, o homem por quem há pouco tempo ele estava disposto a morrer, para renunciar oficialmente à sua afiliação.

Quando foi questionado sobre o motivo por trás de sua saída repentina, Duke respondeu que ele foi milagrosamente curado de um câncer, que estava se casando com uma mulher negra e, além disso, entregou sua alma ao Senhor Jesus Cristo.

Hoje, Duke usa suas habilidades para proteger os grupos que ele uma vez atacou. Duke disse à CBN News que viu como uma forma de "restituição espiritual" patrulhar os terrenos das sinagogas, mantendo-os a salvo de vândalos antissemitas.

O ex-neonazista acha que a maioria das pessoas que estão interessadas no estilo de vida nazista vêm de lares disfuncionais, exatamente como aquele em que ele cresceu. Ele diz que essas almas rebeldes estão "simplesmente procurando alguém que as escute quando falarem".

Agora, esse ex-neonazista diz que “aconselha qualquer um que tenha interesse em se tornar um nazista a buscar primeiro a Jesus Cristo”.

Duke substituiu a "Mein Kempf" — famosa obra escrita de Hitler na prisão e que inspirou o nazismo — pelas Escrituras Sagradas. "Há muito tempo que renunciei ao nazismo e agora vivo para o serviço de Deus", declara.

 

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Evite pelos encravados de uma vez por todas

Posted: 02 Aug 2018 04:52 AM PDT

Evite pelos encravados de uma vez por todas

Pelos encravados irritam qualquer mulher. Eles surgem quando o pelo se enrola por dentro da pele, fazendo com que o processo de erupção seja doloroso, podendo até deixar marcas. Mas como se livrar deles? Siga as dicas do site Cosmopolitan:

1. Esfolie sua pele com frequência

Quando o pelo entra para dentro da pele, ele prende dentro dos poros células de pele morta. A esfoliação frequente (pelo menos uma vez por semana), vai prevenir que essas células se acumulem por cima da pele e acabem entrando para dentro.

2. Use cremes de remoção de pelo

Provavelmente um dos maiores causadores de pelos encravados são lâminas para depilação. Isso é porque quando os pelos voltam a crescer, eles ficam com uma ponta mais afiada e podem facilmente machucar a pele. Os cremes de remoção de pelo são instantâneos e não deixam a ponta propícia para encravar.

3. Se você resolver usar lâminas, substitua o aparelho com mais frequência

As lâminas são descartáveis, afinal das contas. Mas acabamos deixando aquela lâmina usada por muito tempo no chuveiro e esquecemos de comprar novas, um alerta vermelho para causa de pelos encravados. Descarte as lâminas usadas e procure por opções melhores e mais afiadas.

4. Depile na direção certa

A depilação quando é feita no sentido errado do crescimento do pelo, significa que cada pelo terá a característica ponta afiada, e consequentemente mais prováveis de encravarem.

5. Tratamentos pós-depilação

Após a depilação, passe um óleo ou hidratante na pele para garantir uma finalização da pele e impedir que as peles mortas se acumulem.

6. E se mesmo assim você está com um pelo encravado…

Você fez tudo certo, mas lá está ele. Primeiro, evite a tentação que é apertar as bolinhas, porque você pode acabar empurrando o pelo mais ainda para dentro da pele e espalhar bactérias nos poros, que pode causar uma infecção.

Na maioria das vezes, os pelos encravados podem ser deixados quietos e eles vão embora sem que você tenha que fazer alguma coisa para removê-los, mas se o pelo está próximo a pele e você consegue ver ele, você pode usar uma pinça para puxá-lo para fora. Mas não cutuque! Apenas puxe-o para fora caso você consiga o ver, para evitar que você irrite mais a sua pele.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Como marcar uma boa primeira impressão com o look

Posted: 02 Aug 2018 04:46 AM PDT

Como marcar uma boa primeira impressão com o look

No primeiro encontro casual, amoroso, familiar e até em uma entrevista de emprego, a primeira impressão é sempre a que fica! A personal stylist Juliana Parisi afirma que a roupa pode aumentar a credibilidade, passar segurança e garantir o futuro de relações promissoras.

“A roupa e o conforto com que uma pessoa se veste faz com que naturalmente ela se sinta mais imponente, mais segura e mais firme até para passar as segundas intenções de uma conversa. Por isso que o vestuário que atende exatamente o estilo daquela pessoa já traz também a capacidade de falar por si só”, afirma a especialista.

É o que chamamos de marketing pessoal: uma ferramenta capaz de traduzir em poucos segundos o que uma pessoa tem a repassar. Para ajudar, Juliana deixa duas dicas essenciais:

Atenção às cores

As cores escuras diminuem visualmente a silhueta e passam mais autoridade e estabilidade, enquanto que cores claras aumentam visualmente a silhueta e passam uma imagem de descontração e simpatia. Pense na imagem que gostaria de transmitir para escolher a cor que mais represente seus objetivos e sua personalidade.

Menos é mais

Prefira relógios e acessórios que complementem e combinem com o estilo da sua roupa e evite a todo custo os excessos;

Por último Juliana avisa: “Se você estiver vestida de maneira que te dê confiança, valorizando seus pontos fortes, te fazendo se sentir poderosa, você estará pronta para enfrentar todos os desafios do seu dia e conquistar todas as pessoas a seu redor".

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Aplicativo reúne música gospel e Bíblia em áudio

Posted: 01 Aug 2018 01:21 PM PDT

Aplicativo reúne música gospel e Bíblia em áudio

Uma nova versão da Bíblia em áudio está sendo disponibilizada pelo aplicativo Louve, a primeira plataforma brasileira exclusiva de música e conteúdo gospel. A “Bíblia Falada” reúne os sessenta e seis livros da Bíblia Sagrada com uma trilha sonora especialmente pensada por especialistas.

O projeto da Bíblia no Louve surgiu por meio de uma parceria que envolveu o pastor americano Eugene Peterson; a Editora Vida, responsável pela tradução; o dublador e pastor Marco Ribeiro e a gravadora carioca MK Music, encarregada pela distribuição digital.

A plataforma, que já conta com o repertório de Aline Barros, Anderson Freire e Fernanda Brum acaba de receber mais de trinta novos artistas. Agora será possível também ouvir de Davi Sacer, Jotta A, Vino Santos, Marina Viana, Perlla, David e Ageu, entre outros.

“Nossa missão é oferecer o que há de melhor no mundo gospel. Começamos exclusivamente com música, e agora estamos incluindo outros conteúdos de áudio para tornar a experiência, no aplicativo, ainda mais completa e dinâmica”, diz Gustavo Goldsmith, CEO do Louve.

O Louve nasceu da parceria entre o Superplayer, empresa brasileira de streaming de música, e a Wavy, empresa do Grupo Movile, líder em marketplaces móveis na América Latina. Conta com uma equipe de curadores musicais especialistas em música cristã, e traz centenas de playlists ligadas ao estilo de vida evangélico. As playlists são classificadas em gêneros como “Rock” ou “Pop”, além de seleções para os mais diversos momentos do dia-a-dia, como “Foco no Trabalho”, “Antes do Culto”, “Celebrando Conquistas” e muitas outras.

O serviço está disponível para Android, iOS e pelo site louve.fm. O custo é de R$ 9,90 ao mês, porém novos usuários podem usufruir de uma degustação gratuita de 30 dias para conhecer o serviço.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Eyshila ajudou marido a se livrar das drogas: "Eu tinha uma promessa e acreditei nela"

Posted: 01 Aug 2018 12:47 PM PDT

 Eyshila ajudou marido a se livrar das drogas: "Eu tinha uma promessa e acreditei nela"

A cantora Eyshila participou da série de entrevistas “Promessas no G1”. Além de cantar várias de suas composições, ela testemunhou como venceu diversos momentos difíceis de sua vida. Um desses momentos foi a libertação de seu esposo. Ainda na época do namoro, a cantora descobriu que seu futuro marido estava envolvido com drogas, mesmo sendo filho de pastor.

Eyshila conta que resolveu lutar pela vida do namorado e que essa luta se estendeu até depois do casamento. “Com 23 anos eu casei e neste ano eu faço 23 anos de casada. Metade da vida eu passei com este homem. O nosso casamento sobreviveu às tempestades. Quando eu o conheci, ele era o filho do pastor mais lindo que tinha. Eu tinha 17 anos e me apaixonei por alguém da igreja”, iniciou.

“No decorrer do namoro eu descobri que ele tinha um problema básico, ele era viciado em cocaína e maconha. Isso já é difícil para quem não é evangélico e para quem é então... na nossa realidade isso é algo inadmissível”, ressaltou a cantora.

Eyshila conta que ele estava envolvido nas drogas há muito tempo e soube por meio da cunhada. “Eu não tinha noção do que era uma pessoa viciada até que depois de um ano de namoro eu descobri porque que ele desaparecia por três dias, aquelas coisas que dependentes químicos fazem. Eu descobri pela irmã dele que ele estava enfiado nas drogas há anos, não era algo recente”, afirmou.

O início da luta

A cantora disse que por estar muito apaixonada, resolveu encarar o desafio e lutar pela vida de seu namorado. “Eu tentei, mas era muito inexperiente, muito nova. Então era muito mais briga que oração. Na época, entre idas e vindas a gente ficava terminando e voltando. Eu tinha medo e disse: ‘Não quero isso para minha vida’. Mas também não consegui encontrar outra pessoa que eu amasse como ele. Então eu resolvi com a permissão dos meus pais encarar isso”, contou.

Eyshila e Odilon Santos se casaram quando ele estava em um estado melhor. “No tempo que ele estava bem e que melhorou, porque os dependentes químicos têm esses altos e baixos, a gente se casou. Só que prestes a casar, ele teve outra recaída. Mas eu falei: ‘Pera aí, eu não sou palhaça, nossas famílias não merecem passar por isso de novo. A gente vai casar e agora eu vou encarar isso de forma pesada’”, salientou a cantora.

O primeiro ano de casamento foi bem complicado, segundo Eyshila. Ela diz que Odilon chegou a dizer: “Volta para a casa dos seus pais. Você é muito linda, eu te amo, mas eu nunca vou largar as drogas”. Eyshila lembrou de algo em seu coração. “Eu tinha uma promessa e a gente acredita nas promessas de Deus. Eu acreditei que eu ia se casar com alguém que se tornaria um pastor, eu tinha esse sonho e acreditei”, disse.

“Então eu falei o seguinte: ‘eu não vou mais brigar com você por causa disso. Acabaram os gritos, acabaram as brigas nesta casa agora. Eu só vou orar e vou te amar, porque mesmo que um dia eu receba a notícia de que você morreu, pelo menos eu curti com você, com meu amor. Vamos esquecer que você é um viciado, eu vou só te amar e eu sei que se o meu amor não te curar, não vai ser o meu ódio’”.

Ela continuou: “E a partir de agora, você não vai ouvir mais os meus gritos, você só vai ser recebido com beijos e abraços”. Eyshila conta que foi essa forma que ela entendeu que deveria lidar com o esposo. “Eu não estou falando que é para todo mundo fazer igual, mas foi o que eu fiz e deu certo. Ele começou a ficar com saudade de casa e começou a voltar com mais frequência”, disse.

“No dia que eu gravei o meu segundo disco, que foi o primeiro da gravadora onde eu estava (MK Music) eu estava nesse turbilhão de coisas para gravar um disco e quando eu coloquei a voz na música eu fiquei muito triste, porque a música dizia assim ‘eu não aguento mais viver assim, me tira desse vale’. Mas eu estava no vale e eu dizia: ‘vou ministrar isso nas pessoas, mas estou vivendo isso’. A gente que ministra muitas vezes está lutando com isso em casa”, destacou.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Veja países para fazer intercâmbio com trabalho

Posted: 01 Aug 2018 12:47 PM PDT

Veja países para fazer intercâmbio com trabalho

O número de brasileiros que buscam intercâmbio vem crescendo nos últimos anos. A quantidade quase triplicou em uma década, indo de cerca de 85.000 em 2007 para pouco mais de 246.000 no último ano, segundo dados da associação de agências do setor, a Brazilian Educational & Language Travel Association (Belta).

Apesar do tipo mais buscado ainda ser o curso de idiomas, a modalidade que tem se destacado nos últimos semestres é a que permite trabalhar legalmente. Este tipo atrai a atenção de quem tem pouco dinheiro para bancar o programa, busca de subir profissionalmente e até mesmo quer migrar para outro país.

Dentre os destinos mais procurados estão Austrália, Irlanda, Canadá, Nova Zelândia e Dubai. Todos esses países oferecem uma modalidade de visto que permite arrumar o emprego mediante matrícula em cursos técnicos ou de idiomas. A duração mínima varia de 13 e 26 semanas (veja tabela abaixo).


(Foto: Arte/VEJA)

A agência Descubra o Mundo Intercâmbio registrou o crescimento dessa modalidade, com o número de vendas praticamente triplicando em um ano. Para o fundador da agência, Bruno Passarelli, a busca por capacitação, com as empresas cada vez mais competitivas, motiva esse tipo de curso.

“Boa parte das pessoas que trabalham na sua área no exterior e têm boa performance acabam recebendo uma oferta de trabalho no país de intercâmbio”, diz Passarelli.

Para o sócio-diretor e fundador da agência CI, Celso Garcia, o objetivo deste tipo de programa é ajudar na formação profissional. A empresa tem notado nos últimos anos aumento da procura por intercâmbio de todas as modalidades e em todas as classes sociais. “O objetivo não é trabalhar, é trabalhar e estudar. A vantagem dessa modalidade é que se pode ganhar um dinheiro para ajudar nas despesas”, explica.

Diante do aumento na procura — o número de vendas dobrou no primeiro semestre deste ano —  a empresa decidiu fazer uma feira setorial para esse segmento, que acontece até o dia 21 em três capitais.

Os especialistas indicam que, embora não haja restrição para o tipo de emprego  o mais comum é conseguir vagas operacionais nos setores de hotelaria, turismo, eventos e restaurantes. O nível de inglês é determinante para conseguir se inserir nas posições que pagam melhor.

O diretor nacional de vendas da agência STB Rui Moreira, indica que o mais comum é que se leve a quantidade de dinheiro necessária para se manter de 1 a 2 meses. “Nós alertamos que o intercambista não vai conseguir emprego no dia seguinte ao que chegar no país”. A agência registrou alta de 30% nas vendas dessa modalidade no primeiro semestre do ano em comparação com o último semestre do ano anterior.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Igreja Católica protesta contra lei que define Israel como nação judaica

Posted: 01 Aug 2018 12:21 PM PDT

Igreja Católica protesta contra lei que define Israel como nação judaica

O Patriarcado Latino de Jerusalém, que representa a Igreja Católica Romana em Israel, divulgou um comunicado na segunda-feira (30) criticando a nova Lei de Nacionalidade, que define o país como um estado exclusivamente judeu.

Um dos pontos criticados pela Igreja Católica é a discriminação dos palestinos de Israel que, segundo a arquidiocese, “estão flagrantemente excluídos da lei”.

“Os cristãos de Israel têm as mesmas preocupações que quaisquer outras comunidades não-judaicas em relação a esta lei”, disse a organização em um comunicado, convidando os católicos a protestarem contra a decisão.

“[Apelamos] aos israelenses que ainda acreditam no conceito básico de igualdade entre os cidadãos da mesma nação, para expressar sua oposição a esta lei e aos perigos que ela oferece para o futuro deste país”, acrescentou.

Com a Lei da Nacionalidade, o árabe deixou de ser uma língua oficial e ganhou “status especial”, tornando apenas o hebraico como idioma oficial de Israel. A lei também reconhece Jerusalém como capital de Israel, codifica o calendário judaico como calendário oficial do estado e encara feriados judaicos como oficiais.

Embora a legislação oficialize a cultura judaica, os direitos das minorias de usar seus próprios idiomas, calendários ou celebrar as suas próprias festas não são afetados.

De acordo do governo de Israel, nos últimos anos, tem havido cada vez “mais tentativas de questionar e negar o direito do Povo Judeu a sua pátria nacional”. "Por causa dessa situação, o Knesset elaborou uma legislação que deixa claro que o Estado de Israel é o lar nacional do povo judeu", declarou o consulado de Israel em nota.

Tradição ou democracia?

O governo tem enfrentado ampla oposição internacional e local à lei, que vem sendo defendida pela comunidade judaica por reforçar os fundamentos de Israel.

“Em primeiro lugar, para mim, sempre foi óbvio que Israel é um Estado cujo trabalho é proteger o povo judeu. Em segundo lugar, ser uma incubadora de valores e cultura judaica e em terceiro lugar ser um país que é uma luz para as nações”, disse Yishai Fleisher, porta-voz internacional da comunidade judaica em Hebron ao site Breaking Israel News.

Fleisher vê a identidade judaica de Israel e a democracia como valores conflitantes — um surgiu na antiga Judéia e outro no império grego ocidental.

“Um dos grandes erros foi que nós promovemos Israel como judeu e democrático, como se esses dois valores fossem iguais”, destacou. “A democracia é uma palavra grega, ela reflete os valores gregos e é muito difícil fazer com que esses dois sistemas muito diferentes de pensamento sejam iguais".

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Fernandinho grava versão para o filme "Deus Não Está Morto – Uma Luz Na Escuridão"

Posted: 01 Aug 2018 11:12 AM PDT

Fernandinho grava versão para o filme "Deus Não Está Morto – Uma Luz Na Escuridão"

O cantor Fernandinho foi o cantor escolhido para gravar em português a canção tema do filme “Deus Não Está Morto: Uma Luz Na Escuridão”. Este é o terceiro filme da saga que iniciou em 2014 com o primeiro e que ganhou uma sequência em 2016 com “Deus Não Está Morto 2”.

Conhecido por sua forte voz e uma carreira íntegra na música cristã, Fernandinho agora será a voz da canção que já ganhou outras versões em português. Uma das mais conhecidas é a do cantor Ronaldo Bezerra, lançada em 2013 no álbum “Filho Meu” (antes mesmo do primeiro filme ser lançado).

A canção original foi gravada pelo grupo Newsboys, no disco God's Not Dead. Agora, Fernandinho se prepara para divulgar o terceiro filme da franquia com sua versão. A produção que vem conquistando o público no Brasil, será lançado no país no dia 30 de agosto, nos cinemas.

O lançamento é uma parceria entre a distribuidora California Filmes e 360 Way Up.

Fernandinho entrou em estúdio para gravar a música que tem produção musical de Gustavo Soares, esposo de Nívea Soares e responsável pela produção de seus discos. O convite para regravar a canção foi recebido com muita alegria pelo cantor.

“Estou muito feliz. Inclusive com toda equipe que está trabalhando em função desse projeto. É realmente um privilégio. Creio que muitas pessoas serão alcançadas pelo filme, pela canção e por tudo que Jesus está fazendo no nosso meio”, afirmou Fernandinho que também está gravando um clipe da música dirigido por Alex Passos.

"Uma nova história"

Dessa vez, a história de “Deus Não Está Morto” é sobre o terrível incêndio da Igreja de Saint James que mexe com as estruturas emocionais da congregação do Pastor Dave (David A. R. White). Com isso, a universidade vizinha Hadleigh University tenta despejar a igreja do campus.

Uma história humana sobre fé, perdão, sacrifício e humildade que vai nos lembrar mais uma vez que precisamos ser luz na nossa sociedade e defender nossa fé em Cristo. Fernandinho, que assistiu aos outros dois filmes, comentou sobre sua expectativa com o novo filme que chega às telonas em menos de um mês.

“Muitos ao redor do mundo já foram impactados com o filme. Nosso coração se enche de alegria com filmes como esse que defendem nossa fé, trazem esperança e anunciam as boas novas que é Jesus. Estamos precisando disso na nossa nação”, coloca o cantor.

“Às vezes parece que a vida chegou ao fim do túnel e não temos mais solução. Isso pode ser na família, como pessoa e no país também. Mas é tempo de levantarmos a nossa voz e proclamarmos que Deus está vivo e Ele é a nossa luz em meio a tanta escuridão que nos cerca”, finalizou.

Enquanto o clipe não sai, confira o trailer do filme:

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Avião com 103 pessoas cai sem mortes e passageiros agradecem a Deus

Posted: 01 Aug 2018 08:19 AM PDT

Avião com 103 pessoas cai sem mortes e passageiros agradecem a Deus

Um avião da Aeroméxico sofreu uma queda nesta terça-feira (31) após decolar no Aeroporto Internacional Guadalupe Victoria, em Durango, no norte do México. Todos os seus 103 ocupantes sobreviveram e consideraram isso um milagre.

O voo AM2431, que tinha como destino a Cidade do México, caiu por volta das 18h09, no horário de Brasília. O piloto tentou abortar a decolagem, mas a aeronave, que transportava 99 passageiros e 4 tripulantes, caiu logo depois do fim da pista.

Segundo as autoridades ligadas ao serviço de segurança locais, 85 pessoas ficaram feridas. O porta-voz da Secretaria de Saúde do estado de Durango, Fernando Ros, disse à agência Efe que 12 delas em estado crítico.

A passageira mexicana Jackeline Flores disse aos repórteres que o avião caiu logo após decolar sob forte chuva. Ela e sua filha escaparam de um buraco na fuselagem enquanto a aeronave se era tomada pela fumaça e pelas chamas.

“Uma garotinha que deixou o avião estava chorando porque suas pernas estavam queimadas”, relatou Flores, que mora em Bogotá, na Colômbia. “Me sinto abençoada e grata a Deus”.

Causa do acidente

O Grupo Aeroportuario Centro Norte, responsável pelo aeroporto, disse que uma análise preliminar aponta que o mau tempo provocou o acidente. No avião viajavam 88 adultos e 11 crianças, incluindo dois bebês com menos de 1 ano, além dos quatro tripulantes.

O diretor da companhia Aeroméxico, Andrés Conesa, afirmou que a Aeroméxico colabora com as autoridades para determinar as causas do acidente e que, por enquanto, a prioridade da companhia é atender os passageiros e tripulantes.

O avião modelo Embraer 190, fabricado no Brasil em 2008, tem capacidade para 100 passageiros e estava sendo operado pela companhia aérea desde 2014. A viagem de Durango até Cidade do México deveria levar cerca de uma hora e 20 minutos.

Em nota, a Embraer lamentou o acidente e informou que irá contribuir com as investigações. “A Empresa já se colocou à disposição das autoridades aeronáuticas para auxiliar nas investigações e uma equipe de técnicos da Embraer prepara-se para deslocar-se para o local do acidente”.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

Mulher alcoólatra abandona os bares após ser evangelizada por filho de 9 anos

Posted: 01 Aug 2018 08:17 AM PDT

Mulher alcoólatra abandona os bares após ser evangelizada por filho de 9 anos

Uma criança de 9 anos passou a evangelizar a própria mãe e, após algum tempo a discipulando, ele conseguiu ver os frutos de seu esforço. Hoje, Ariel pode contemplar sua mãe adorando a Deus na igreja. Mas, nem sempre foi assim.

Alana é uma sertaneja de 28 anos que mora em Carnaíba, município localizado na microrregião de Pajeú (sertão de Pernambuco). Ela tinha uma vida totalmente contrária aos princípios cristãos. Bebia com frequência e era muito conhecida nos bares da região.

Mas as coisas começaram a serem transformadas quando seu filho, Ariel, começou a ir aos estudos bíblicos com dois de seus amigos, João Ítalo e Lucas. Foi quando ele aceitou o desafio de falar sobre Jesus para sua mãe.

Para surpresa dela e das pessoas em sua volta, Alana se viu impactada com as atitudes do filho. Foi através dessas investidas que o pequeno Ariel passou a discipular a mãe. Um dia, ela aceitou receber a visita de evangelistas sertanejos.

A verdadeira alegria

Por meio desses estudos bíblicos, Alana teve seu coração quebrantado pelo Evangelho e se entregou a Cristo. “Antes eu achava que minha alegria estava no bar, mas hoje eu descobri que a verdadeira felicidade é estar caminhando com Jesus”, disse ela.

Alana foi batizada pelo pastor Ralison Endrigo, que atua na região. Agora, o jogo virou. Ela têm se dedicado em falar de Jesus para sua mãe, que se chama Meire e tem realizado o discipulado com ela.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

E se fosse o contrário? Eles querem respeito ofendendo 178 milhões de cristãos

Posted: 01 Aug 2018 08:14 AM PDT

E se fosse o contrário? Eles querem respeito ofendendo 178 milhões de cristãos

Não sei o que mais é preciso para a sociedade e principalmente as igrejas cristãs entenderem o que realmente estamos enfrentando. Ouvir de pessoas ignorantes e alheias a fé alguns absurdos no meio da rua, dentro de algum estabelecimento ou mesmo dentro de casa, não é o mesmo que assistir famosos, gente com acesso à informação, utilizando o dinheiro público para ofender abertamente a fé de 178 milhões de cristãos no Brasil.

O vídeo que circulou nas redes sociais e causou indignação na população, onde o transformista pernambucano Johnny Hooker chamou Jesus Cristo de “travesti” e de “bicha”, puxando o coro de alguns ousados na platéia, demonstra claramente o quanto nós, cristãos, sofremos perseguição ideológica, sendo ofendidos publicamente por conta da nossa fé, enquanto eles, os que se consideram paladinos da “verdade”, da “tolerância” e da “diversidade”, se sentem livres para nos agredir moralmente, vilipendiar nossos símbolos religiosos e ainda achar que estão no direito de fazer essas coisas.

Tudo isso simplesmente porque não aceitaram o impedimento de uma peça que também tem como propósito ofender a fé cristã, onde Jesus é retratado como um travesti. Qualquer pessoa em sã consciência e com um mínimo de conhecimento da Bíblia sabe quem é Jesus Cristo para os cristãos. A nossa fé em Cristo é fruto do que a Bíblia declara sobre Ele, que é o Filho de Deus, o Messias prometido, o Salvador, o Ungido de Deus que veio entregar sua vida por amor de todos nós, pecadores.

Esse Jesus que a Bíblia fala a respeito possui uma identidade própria, sendo ele mesmo Deus, como crêem os cristãos. E como Deus, Ele rejeita o pecado e abomina o mal. Chamar Cristo de travesti e bicha são ofensas a fé dos cristãos porque a Bíblia não atribui esses comportamentos a pessoa de Jesus. Pelo contrário, ela considera pecado a prática sexual entre duas pessoas do mesmo sexo. Assim, dizer que Jesus Cristo é “bicha” é ir de encontro à santidade do Senhor e cometer a violação do artigo 280 do Código Penal, que tipifica como crime o escárnio de alguém publicamente por motivo de crença ou função religiosa.

Mas, e se fosse o contrário? Se algum de nós, líderes e personalidades cristãs, falássemos algum xingamento contra essas pessoas que usam o discurso dos “direitos humanos” para se protegerem atrás de ONGs e movimentos? Eu, Marisa Lobo, já sofri ameaças, perseguição e processos judiciais por muito menos. Por simplesmente dizer uma opinião sobre sexualidade baseada em meu conhecimento científico, algo muito diferente de uma ofensa gratuita com a clara pretensão de provocar.

Quando ativistas da “Marcha das Vadias” quebraram imagens católicas na Jornada Mundial da Juventude, organizada pela Igreja Católica em julho de 2013, profanando os símbolos religiosos com seus órgãos genitais ao ar livre, diante de homens, mulheres e crianças, a maior parte da mídia ficou calada. Silêncio total! O movimento LGBT e partidos de esquerda não se manifestaram. Eles fingiram que nenhum absurdo havia acontecido. Não está sendo diferente agora. Onde está a indignação dos cristãos de esquerda? Ou será que o Cristo deles é outro e não o que a Bíblia descreve? Onde estão às manifestações de repúdio desses que dizem lutar pelo respeito às religiões? Onde estão os protestos nas ruas e manchetes de jornais acusando o tal “cantor” de intolerância religiosa?

São dois pesos e duas medidas, mas para quem já vem há anos na luta contra esse ativismo ideológico nada disso é surpresa. Sabemos como eles são alienados, pobres de espírito e carentes de atenção, como crianças mimadas, necessitando principalmente de salvação espiritual, algo que só Deus pode dar através da sua misericórdia e graça imerecida. O que nós podemos fazer é continuar testemunhando quem somos, trazendo a memória que “em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos; Trazendo sempre por toda a parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos". (2 Coríntios 4:8-10).

Por Marisa Lobo - Psicóloga, especialista em Direitos Humanos e autora de livros, como "Por que as pessoas Mentem?", "A Ideologia de Gênero na Educação" e "Famílias em Perigo".

*O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

This posting includes an audio/video/photo media file: Download Now

0 comentários: